Plantão Covif-19: Lista dos serviços essenciais conforme Decreto Presidencial

Prefeito de Nova York comemora com ironia cancelamento de viagem de Bolsonaro

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, divulgou neste sábado (4), por meio de rede social, comentários sobre o cancelamento da viagem que o presidente Jair Bolsonaro faria à cidade.

Bill de Blasio é do Partido Democrata – oposição ao Partido Republicano, do presidente norte-americano Donald Trump. Bolsonaro seria homenageado pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, mas os locais escolhidos pela organização para a cerimônia se recusaram a receber o evento. Além disso, empresas que patrocinam o evento desistiram de homenageá-lo.

O Planalto declarou que não vai se pronunciar sobre o assunto.

Segundo o prefeito de Nova York, Bolsonaro “aprendeu do jeito difícil que nova-iorquinos não fecham os olhos para a opressão”.

“Nós expusemos sua intolerância. Ele correu. Não fiquei surpreso – ‘valentões’ geralmente não aguentam um tranco. Seu ódio não é bem-vindo aqui”, afirmou ele.

Em outra publicação, ele afirmou que o ataque de Jair Bolsonaro a direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais ou Transgêneros (LGBTQ) e “seus planos destrutivos para o nosso planeta se refletem em diversos líderes – incluindo no nosso país”.

“Todos devem se levantar, falar e lutar contra esse ódio temerário”, acrescentou o prefeito de Nova York.

Antes de divulgar essas declarações, Bill de Blasio já havia pedido a um dos locais escolhidos que não recebesse o presidente por considerá-lo um “ser humano perigoso”.

Fonte: G1

Um comentário sobre “Prefeito de Nova York comemora com ironia cancelamento de viagem de Bolsonaro

  1. S.C

    concordo com Bill de Blasio, não tenho e nem quero conversa com fascistas, já gostei deste prefeito! Agora quando me mandarem pra Cuba também podem me mandar para Nova York, com escala em Havana!!