Vida FM Salgueiro FM

Ponto de Vista: Perigo iminente

Alertamos as autoridades de Salgueiro para o risco de acidentes em face de centenas de pessoas utilizarem a movimentada BR 116, no trecho entre a Barriguda e a cidade, no dia a dia.

Com a construção e entrega de 877 residências do “Santo Antônio”, a rodovia aumentou consideravelmente o trânsito de pedestres – muitas crianças, mulheres, idosos…

Até mesmo o acesso à localidade não fora construído, além da falta de sinalização da rodovia, como lombadas eletrônicas, faixas de pedestres etc. Assim, como foi estabelecida multa diária para o caso de descumprimento da entrega das casas, o mesmo deveria ocorrer para a construção do acesso rodoviário, de passarela e das vias laterais, com iluminação e todos os equipamentos exigidos para o trânsito de pessoas e veículos.


Sugestão emergencial

Vemos que pode ser aberta em curto prazo e sem muitos custos, uma via lateral a BR 116, partindo do Condomínio até o bueiro do açude da barriguda, o qual possui três vãos com cerca de 3m de altura, que poderão ser utilizados – dois para veículos e um para pedestres – possibilitando a passagem sem riscos de acidentes.

A travessia por baixo da rodovia dá acesso ao Loteamento Novo Salgueiro e daí opções para quaisquer pontos da cidade.

Escrito por Alvinho Patriota

3 comentários sobre “Ponto de Vista: Perigo iminente

  1. Debora

    É triste, esse fato é recorrente em Salgueiro. Pelo que observo nessa cidade só constroem as lombadas nas BRs após ser ceifadas vidas.

  2. Machado Freire

    Ora, nada mais interessante do este ALERTA em favor da vida de algumas centenas de pessoas, principalmente crianças e idosos, que são mais vulneráveis a esse tipo de situação de risco de vida iminente !

    Ai eu pergunto (como se fosse apenas um idiota a mais neste mar de babaquice do mundo):

    Por que não tomaram nenhuma providência preventiva, como parte de um projeto que consumiu tanto tempo e dinheiro ?

    Porque esqueceram do devido cuidado que se deve ter com as vidas humanas de pessoas simples que hoje estão – a duras penas e só Deus sabe como, habitando uma casa que custou os “olhos da cara” do dinheiro público e que será paga por cada familia humilde que afinal de contas hoje é proprietária dos quase 800 imóveis.

    Então, por que a Prefeitura, Caixa, Construtora, Dnit e quem mais tenha integrado este projeto não tomaram iniciativa sobre a construção de vias paralelas -e até passarela (se fosse o caso) para evitar este sufoco aludido de forma cuidadosa e oportuna por Alvinho Patriota?

    Então, parece que aquela gente que toca projeto que custa caro, acha que o povo pode perder a vida, no trânsito, de forma barata e cruel.

    Isto não existe, minha gente !”

  3. Elisangela

    Dificilmente essse pessoal aceita sugestões. Não estão fazendo nem mesmo a manutenção das estradas, nem urbana nem rural. Aquela via Plaza, Privê, Pais e Mestres tá uma vergonha, burcados , lama, e nem venham dizer que precisa “estiar”, pois precisa de um paleativo para o trânsito fluir, Que as autoridades tomem providências pois isso é imoral.