Plantão Covif-19: Lista dos serviços essenciais conforme Decreto Presidencial

Poemas e Poesias: O poeta e seus setentas Janeiros

Nestes meus setentas anos
Já passei dificuldade
Tive muitas alegrias
Já fiz bastante amizade
Mais de uma árvore plantei
Escrevi e editei
“O lascado de saudade”

Pra minha felicidade
Com Fátima eu me casei
Tenho três filhos queridos
Com sacrifício criei
Se tem alguém mais feliz
Por favor, se souber diz!
Pois na verdade, não sei.

Jesus Cristo é o meu  Rei
E meu amigo também
Só está faltando trinta
E quero chegar aos cem
Vivendo esta parceria:
Família e Maçonaria
Amando e fazendo o bem

Aos meus amigos também
Quero muito agradecer
Por tolerar o poeta
Pelo meu jeito de ser
A todos muito obrigado
Levo os setenta guardado
Juntinho: EU e VOCÊ.

Por Vicente Nascimento

Um comentário sobre “Poemas e Poesias: O poeta e seus setentas Janeiros

  1. Laudemiro Gomes de Sá

    Quem viveu setenta anos
    Ou sete dezenas para outrem
    Já fez de tudo um pouco
    Daquilo que lhe convém
    E ainda ama a família
    É muito amor que ele tem
    Pra ele tudo de bom
    Que os anjos digam amém!

    Laudemiro Gomes de Sá

    Belo Horizonte, 21 de maio de 2020