Poemas e Poesias: O lago

Rancho Verde – Salgueiro

A sua água maravilhosa
Com o seu lindo esplendor
Quem ver conhece o valor
Vendo as árvores frondosas
Que o circundam tão garbosas
Eu vou lá pra descansar
E quem sabe cochilar
Se preciso mato a sede
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Tem pista de cooper
Pra um atleta corredor
Não interessa se amador
Ou se vai algo concorrer
Lá todos podem correr
Não importa quem vai ganhar
Só quero é me deitar
Nesse lugar sem parede
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Sentindo o vento soprando
Com sua brisa tão gostosa
A natureza formosa
A sua beleza mostrando
E muita gente apreciando
Vendo o sol ir repousar
Seu reflexo a água clarear
Debaixo de tanto verde
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Pedras ladeando sua magem
Embelezando esse local
Lá, do céu parece portal
Com sua bonita paisagem
Lá a mente faz uma viagem
E começo a meditar
Pra tudo isso começar
E que os versos enverede
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Por Rivaldo Aguiar