Plantão Covif-19: Lista dos serviços essenciais conforme Decreto Presidencial

Personagem (edição VIII)

personagem

personn1Neste mês de maio decidimos que seriam homenageadas as mulheres. Nas vezes anteriores, pela ordem foi Dona Clarinha de Doaciano (Edição IV); Professora Zarita Moreira (Edição V); Professora Toinha Pires (Edição VI); Dona Clélia de Dr. Severino (Edição VII).Hoje não será homenageada uma pessoa apenas, mas, duas jovens irmãs, a saber:

Generosa Pereira Neves de Carvalho, 101 anos de idade (25 de outubro de 1909) e Maria Pereira Neves, 99 anos (14 de maio de 1911). Filhas de Antônio Juvenal Pereira Neves e Anunciada Pereira Neves.

Generosa foi casada com Nelson Rodrigues de Carvalho, de quem teve 05 filhos, enquanto que Dona Maria teve 10 filhos, a qual diz com orgulho que todos nasceram pelas mãos de parteiras, fato que também ocorreu com a sua irmã “Losa”.

As irmãs têm invejável saúde, não perdendo oportunidade para dançar, cantar, recitar, pois receberam aula de Lampião e seus cangaceiros.

Sim, quando ainda eram bem mais jovens, na fazenda Baixio Verde Município de Jati, Estado do Ceará, ali Lampião passou um dia inteiro com sua tropa, tendo dançado xaxado, cantado mulher rendeira entre outras melodias, oportunizando as irmãs, aprenderem tal arte.

Aliás, conta dona Losa que Lampião também visitou a Fazenda Icó, em Salgueiro, pertencente ao seu futuro sogro Martinho Rodrigues de Carvalho, onde passou uma noite inteira. Obrigou a empregada da fazenda a fazer comidas; dormiram em redes; quebraram muita louça; deixaram marca de boca de rifles nas portas, talvez como sinal da passagem pelo lugar, mas não deram nenhum tiro, nem mexeram com ninguém.

Palavras das jovens irmãs, por uma boca só:

A maior alegria da gente é ver a família reunida, poder dançar, cantar e recitar…”.

Eis aí a receita para tanta jovialidade e longevidade. Parabéns dona Losa e Dona Maria, que Deus lhes dê mais muitos anos de vida.

Por Alvinho Patriota