Natinho do Sindicato envia nota de esclarecimento sobre matéria publicada neste blog

Direito de resposta a Natinho de Sindicato, referente à matéria “Mirandiba: Natinho do Sindicato realiza ato público em desrespeito à determinação do TRE-PE”:

Nota de Esclarecimento

“De caráter ilibado e responsabilidade ativa, o candidato a Prefeito do município de Mirandiba, Natinho, não teve participação alguma em relação ao ocorrido. O ato foi espontâneo de um grupo de agricultores do município. Por não ter organizado, sequer participou do ato.

O ato não foi realizado de forma oficial, muito menos teve aglomeração, pois os tratores estavam afastados com apenas o motorista em cada.

É importante ressaltar que não havia tratores de associações. E por mais que houvesse, isto não é um ilícito eleitoral, pois as associações têm liberdade de manifestação politico-partidário.

Lamentamos a parcialidade do Blog, que de tal maneira, faz o uso de um canal que deveria servir como meio de informação, mas é utilizado para atender interesses próprios e lançar inverdades, visto que, o dono do mesmo, Alvinho, foi candidato a deputado na eleição passada e recebeu apoio dos nossos adversários.“

5 comentários sobre “Natinho do Sindicato envia nota de esclarecimento sobre matéria publicada neste blog

  1. Anônimo

    E mentira desse caba esse candidato estava sim no meio da passeata dos tratores e ainda mas ele estava na feira livre fazendo aglomeração pegando na mão do povo e sem se quer passa um álcool ….

  2. Carvalho

    O candidato da prefeita tava inocente nessa trataroda? Não infringiu a lei né! Mesmo com uma determinação que proibia atos como esse ocorrido hoje na cidade. Continuam querequerendo enganar o povo. Principalmente com essa história de novo, de novo vc não tem nada. Se aliou a pior prefeita que já teve em Mirandiba. Com a equipe dela pra continuar destruindo a cidade. Só que o povo sabe quem é de verdade. Desesperados estão vocês a ponto de infringir a lei. Se vocês tivesse tanta certeza da Vitória jamais fariam isso. Mirandiba não merece mais 4 anos de retrocesso.