Vida FM Salgueiro FM

Moradores de comunidades de Jatobá-PE denunciam violência da polícia em reintegração de posse

Policiais militares, federais e civis estão removendo nesta quinta-feira, 13, cerca de 302 famílias não indígenas que residem há vários anos nas terras da etnia Pankararu no município de Jatobá-PE, no Sertão do Itaparica. Os agentes cumprem decisão judicial expedida pela 38ª Vara da Justiça Federal, sediada em Serra Talhada. As comunidades mais atingidas são Caldeirão, Caxiado e Bem Querer.

Em áudios propagados pelo WhatsApp, moradores destas localidades reclamam de violência excessiva das forças policiais. Há relatos do uso de gás lacrimogêneo, força física e balas de borracha contra quem resiste. Fotos mostram pessoas desmaiadas, sagrando e chorando por perderem os seus lares sem ter para onde ir.

Padre Luciano, através da Diocese de Floresta e da ONG Provida, informou que está dialogando com a Casa Civil, a CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) e com o delegado Dr. Porto para que o processo de reintegração ocorra sem o uso de violência por parte da polícia. “Estamos aguardando uma resposta da Casa Civil”, disse, em contato com a redação do Blog Alvinho Patriota. Em breve mais informações. 

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Moradores de comunidades de Jatobá-PE denunciam violência da polícia em reintegração de posse

  1. Ricardo de Campos

    Esta material poderia, pra não dizer deveria, ser imparcial, mais ao lê-la na íntegra, percebe se claramente que é tendenciosa