Vida FM Salgueiro FM

Internauta pede que prefeito de Salgueiro feche departamento de trânsito

Indignado com os serviços prestados pelos encarregados por fiscalizar o trânsito de Salgueiro, o internauta Mário Luis Pereira de Sousa entrou em contato com a redação do Blog Alvinho Patriota na noite dessa segunda-feira, 12. Ele inicia o texto pedindo que o prefeito em exercício, Dr. Chico Sampaio, ou o prefeito efetivo, Clebel Cordeiro, e até mesmo a Câmara de Vereadores fechem o departamento municipal de trânsito.

“Esse órgão não serve para nada a não ser gerar despesas. Todo e qualquer cidadão de Salgueiro e região sabe que esses agentes de trânsito nada fazem ou então receberam ordens para não fazer (multar os infratores)”, critica.

Mário cita problemas rotineiros no trânsito de Salgueiro, como caminhões que param em qualquer lugar ou no meio da rua – seja qual rua for -, carros que param em faixa dupla, automóveis que estacionam para descarregar em plena faixa de passagem de veículos, motos e carros sem adesivos obrigatórios tomando vagas de estacionamentos de idosos e cadeirantes, entre outros.

“Se para deixar esse inferno e ainda ter a cara de pau de dizer que vai melhorar quando tirar as vans do Centro ou quando instalar a zona azul? Aí vocês estão de brincadeira com quem votou em um prefeito pensando que as coisas iam ficar melhor e a bagunça está cada vez pior”, conclui o leitor, ressaltando que não tem nada contra os agentes de trânsito.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

13 comentários sobre “Internauta pede que prefeito de Salgueiro feche departamento de trânsito

  1. Luiza Patricia Alves de Carvalho

    De nada valeu tanta indignação com o problema do trânsito e seus guardas amarrados sem poder trabalhar (pois foram impedidos por ordens superiores de sequer abordar os veículos, imagine altuar) o Prefeito, Secretário, diretor de trânsito estão é rindo da cara dos que aqui se manifestaram, sim brincar no máximo o Prefeito vai colocar o você para dizer algumas palavras mesmo sem saberes nada que se passa no Governo. Hoje fui fazer a feira e vi a situação do trânsito motos por cima de tudo que é calçada e a população mais uma vez obrigado a andar arriscando a vida, Obrigado CLEBEL esse voto que lhe dei foi perdido de tudo, sua MORAL é zero esquerda, se arrependimento matasse eu estava morto e Olha que quase votei em Nemedio.

  2. Talita

    Verdade! Não fazem nada mesmo, ainda ontem vi um motorista na minha frente com o celular na mão e a porta do carro aberta e o guarda passou por ele e não viu ou se fez. Outro dia vi um dos guardas ir almoçar em casa e guarda a viatura na sua garagem. Mas é a mudança chegando…

  3. Edvam Menezes

    Salgueiro na década de 90, onde não tinha 1/3 dos veículos de hoje, tinha organização, pois era o estado quem fazia a fiscalização, Aureliano, Carlos Antonio, Jonas e Faustino faziam um excelente trabalho, hoje com tantos veículos ficou uma verdadeira Índia, e eu não sei o que é pior, se são vans, caminhões, automóveis e motos parados no meio das ruas, ou se ´são os pedestres que desfilam em plena pista de rolamento para veículos.

  4. Alvinho Patriota

    Amigas e amigos,

    Vejam a Lei Municipal abaixo que, infelizmente, não tem sido obedecida.

    Sugeri inclusive à época que o trânsito na Rua da ACS, desde à Farmácia Santa Luzia até as proximidades do antigo Bradesco, fosse interditada nos domingos e feriados ao trânsito de veículos, ficando reservada à pratica de lazer…

    (*) Decorrente de Projeto de Lei de autoria do Vereador Alvinho Patriota.

    LEI Nº 1.244/1997 (*)

    EMENTA: Disciplina regras para o trânsito, estacionamento e dá outras providências.

    Art. 1º – Fica proibido o trânsito e estacionamento de veículos de auto carga na zona urbana desta cidade e dos distritos, salvo para carga e descarga, em horários preestabelecidos pelo Poder Executivo.

    § Único – A proibição deste artigo não se aplica aos veículos em circulação para as suas garagens e residências dos seus condutores e que delas procedem, ou por outros motivos devidamente comprovados.

    Art. 2º – O trânsito de veículos automotores e de ciclismo pelas ruas centrais, onde ocorram feiras livres, ficarão suspensos nesses dias, entre as seis e dezoito horas.

    § 1º – O Poder Executivo instituirá os locais e dias destinados às feiras livres, ficando estas proibidas de funcionarem no horário noturno, salvo quando em áreas próprias para este fim.

    § 2º – Em nenhuma hipótese deverão ser obstruídas as vias públicas, como as calçadas, as ruas, as avenidas, passeios, etc., com barracas trailers, mercadorias, veículos e outros quaisquer meios que impeçam o livre trânsito na área, exceto nos dias, horários e locais destinados aos eventos festivos e religiosos constantes de calendários oficiais e políticos, autorizados na forma da Lei.

    § 3º – No prazo de cento e vinte dias, a contar do início de vigência desta Lei, serão desobstruídas todas as vias públicas de que trata o parágrafo anterior, cuja ação compete ao Município junto às partes responsáveis pela obstrução.

    Art. 3º – Serão estabelecidas as áreas de estacionamento público, e faixas amarelas do meio-fio além de placas indicativas nos locais proibidos de se estacionar veículos.

    § 1º – Poderá ser concedida licença pelo Município para estacionamento privativo defronte aos estabelecimentos comerciais, desde que não infrinja as normas do §2º do Art. 2º, desta Lei, devendo a identificação ser feita através de faixas amarelas sobre o pavimento.

    § 2º – A licença de que trata o parágrafo anterior somente poderá ser concedida para um veículo de casa interessado, desde que não atinja área pertencente a terceiro.

    Art. 4º – O Município construíra toda zona urbana desta cidade e nos distritos, abrigos para passageiros nos pontos de paradas de táxis, ônibus e outros meios de transportes coletivos, com infra-estrutura necessária.

    § 1º – Também serão construídos quiosques comerciais, em modelo padrão e área comum e pública, previamente reservada para esse fim, com instalações sanitárias necessárias e outras todas dentro do padrão exigido pela saúde pública.

    § 2º – Em nenhuma hipótese poderá haver prejuízo para as pessoas proprietárias de barracos atualmente instalados na cidade e que estejam funcionando há no mínimo doze meses, cabendo ao órgão municipal o cadastramento dessas unidades, com o acompanhamento das entidades de classe do respectivo setor.

    Art. 5º – O Município definirá áreas destinadas à prática de esportes e lazer, como patins, skte, velocípedes, bicicletas, etc., podendo utilizar as vias públicas em finais de semanas e dias feriados, desde que proceda a interdição das mesmas, na forma do § 2º, do Art. 2º, desta Lei.

    Art. 6º – A construção doravante de todos os bens públicos, deverão conter rampas e outras modalidades de acesso para pessoas portadoras de deficiências físicas, bem como, quando se tratar de via de trânsito e que ofereçam condições, pista de ciclismo, passeio de pedestres e outros meios que facilitem a convivência do cidadão com a máquina.

    Art. 7º – As infrações à presente Lei, decorrerão multas já estabelecidas no Código Nacional de Trânsito vigente ou aquelas que venham o Poder Executivo instituir através de Lei complementar.

    Art. 8º – Os casos omissos serão regidos pela legislação federal ou estadual que tratem sobre matéria de trânsito.

    Art. 9º – Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

    GABINETE DA PREFEITA EM, 26 de novembro de 1997.

  5. Brigida Lucas de Oliveira

    GUSTAVO,você está completamente com a razão,faz muito tempo e não é só dessa atual administração que as coisas aqui em Salgueiro não vem sendo levado a serio,aqui tudo se deixa para amanhã para não perder o voto de alguém e assim as coisas acontecem e ninguém digo ninguém quer resolver nada,aqui lembro de pessoas mais velhas jé me falaram até chapas(carregadores,fretistas pessoas que transportam peso de um lugar a outro)tinha identificação,hoje não você raramente ver um táxi padronizado com placa vermelha que é autorizado pela Prefeitura.Salgueiro hoje acho que já tem perto de mil motos táxi e dessas acho que não tem trinta de placa vermelha que ás identifique como placas de aluguel,carro de Som não se fala acho que tem perto de trinta entre grandes e pequenos e do mesmo modo são poucos que tem alguma identificação oficial que se trate como promotor de propaganda comercial e usam do som em volume alto para mostrar que podem fazer mais que o concorrente e nisso da mesma forma são os veiculos de carga e descarga que não respeitam o direito maior de todos que é do CIDADÃO,DA DONA DE CASA QUE FICA vendo seus direitos serem tirados a força e as autoridades nada fazerem por conta de ter medo de perder um voto,hoje pela manhã eu falando com meu PAI ELE ME DIZIA DUVIDO QUE NO TEMPO QUE SR AUDISIO era Prefeito essa bagunça existir,fico triste por não ter alcançado um prefeito que tinha MORAL NA CIDADE DE SALGUEIRO

  6. Gustavo Ferreira Filho

    Vocês são mesmo um bando de gente besta, que não tem nada pra fazer, será que o povo de Salgueiro ainda não viu que Dr Chico como Prefeito interino não vai responder e o Prefeito Clebel quando reassumir não vai responder nada pois ele vai dizer que estava de licença quando essa matéria foi colocada em debate e na próxima quinta na Câmara de Vereadores não vai se resolver nada pois lá uns fala de bem da administração e os outros choram por ter perdido a porquinha na Prefeitura e no final fica tudo do jeito que está uma verdadeira aberração esses absurdos que está acontecendo aqui em Salgueiro no trânsito e de que se brincar os agentes de de trânsito vão ser condecorados e ainda vão ganhar um aumento por ser bonzinho com quem anda errado e ganhar um aumento de Salário. Parabéns Salgueiro por isso que nossa Cidade é sinônimo de PIADAS em todas de conversa em muitos lugares.

  7. Terezinha Limeira de Sá

    Antigamente os pontos de moto táxi tiravam as barracas durante a noite, agora não fica aquelas barracas horríveis no meio da rua ou em cima das calçadas atrapalhando os motoristas e pedestres e deixando a cidade feia e desorganizada.

  8. Otaviano

    Realmente o caos no trânsito só aumenta. Seria importante o prefeito dar esclarecimentos sobre as ações (caso hajam) tomadas para solucionar o problema. Os cidadãos estão sofrendo muito com o descaso q se arrasta a vários anos.

  9. Mateus

    Realmente o trânsito de Salgueiro está horrível sem fiscalização alguma…

    Alguns exemplos absurdo:

    – Salgueiro está cheio de menor dirigindo sem nenhuma responsabilidade, até mesmo bêbados.

    – O motorista da lotação só dirige falando no celular colocando em risco vidas de passageiros, pedestre e os demais motoristas, além da lotação em péssimas condições.

    – Vale lembrar também que os motoristas de Salgueiro parece mais que compraram a habilitação porque não tem o mínimo de educação no trânsito estacionando em qualquer lugar achando que são os donos da rua.

    Em fim, trânsito sem leis… Salgueiro sem lei!

    PS:. Seria muito bom se essa reportagem chegassem ao conhecimento das autoridades responsáveis.

  10. Marcio

    Concordo com absolutamente tudo que o internauta escreveu, inclusive com relação ao prefeito em quem eu também votei. Desde a gestão passada que eu defendo a extinção do cabide chamado Departamento de Trânsito. Não existe um advogado nesta cidade que entre com uma ação no MP para que este interpele todos os políticos da Prefeitura e os marajás que vivem viajando e trabalhando um dia na semana(e o dia que trabalham é pra falar m… nos microfones).