Vida FM Salgueiro FM

Imprensa estrangeira: futuro chanceler do Brasil é ‘admirador de Trump’

Veículos internacionais de todo o mundo repercutiram a nomeação do embaixador Ernesto Araújo para o cargo de Ministro das Relações Exteriores do próximo governo. Diplomata há 29 anos, foi anunciado por Bolsonaro na 4ª feira (14.nov.2018).

Araújo é diretor do Departamento dos Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos do Itamaraty. Os jornais o chamam de “admirador de Trump” e afirmam que, durante a campanha presidencial, ele teve uma “aberta militância” a favor de Bolsonaro.

Eis as principais colocações:

GUARDIAN (INGLATERRA)

O veículo britânico ressalta a escolha por 1 diplomata que afirmou que a mudança climática mundial faria parte de uma “trama de marxistas culturais” em busca de “sufocar as economias ocidentais e promover o crescimento da China”.

A publicação diz que a nomeação de Araújo deve “causar 1 arrepio no movimento climático global”.

FINANCIAL TIMES (INGLATERRA)

O jornal inglês afirma que Bolsonaro nomeou 1 diplomata “simpático ao presidente norte-americano Donald Trump”.

O texto lembra que Araújo escreveu 1 artigo em que afirmou que “não há nada isolacionista na política externa de Trump”. Um entrevistado pelo veículo ainda diz que a nomeação pode significar “uma vitória do movimento anti-globalista”.

FOX NEWS (ESTADOS UNIDOS)

A emissora norte-americana aponta que Araújo acredita que “o globalismo é uma ideologia anticristã” e destaca que muitos diplomatas ficaram surpresos com a nomeação, pois Araújo “nunca esteve no comando de uma embaixada durante os 29 anos de serviço diplomático”.

NEW YORK TIMES (ESTADOS UNIDOS)

O jornal dos EUA diz que Bolsonaro “foi até o Twitter para anunciar a escolha do diplomata” e afirma que Araújo é 1 “anti-esquerda e auto-proclamado nacionalista”, além de ter feito “campanha para Bolsonaro, eleito em 28 de outubro”.

A publicação ainda afirma que a “agressiva retórica” do militar tem “causado tensões com o Egito e Cuba”, problemas que Araújo deverá “lidar em seu novo cargo”.

EL CLARÍN (ARGENTINA) 

O jornal argentino destaca que “apesar de Araújo ter chegado a categoria máxima da carreira diplomática, nunca esteve à frente de uma missão brasileira no exterior”.

A publicação do país vizinho cita que o embaixador esteve presente nas manifestações a favor da candidatura de Bolsonaro, ocorridas em setembro, exercendo uma “militância direta no bolsonarismo”.

O veículo também cita que, no blog que o diplomata mantém, Araújo diz que o “projeto metapolítico significa, essencialmente, se abrir a presença de Deus na política e na história”.

EL PAÍS (URUGUAI) 

Ainda na América Latina, o jornal uruguaio escreve que Araújo se alinha ao “ultra direitismo” de Bolsonaro, além de já ter qualificado o PT (Partido dos Trabalhadores) como “terrorista”.

O veículo ainda destaca que, à época da campanha eleitoral de 2018, o embaixador também teria afirmado que, caso Fernando Haddad vencesse, o Brasil se tornaria “1 império do delito”, apoiado por “oligarquias nacionais e 1 novo eixo socialista latino-americano”.

Fonte: Poder 360

2 comentários sobre “Imprensa estrangeira: futuro chanceler do Brasil é ‘admirador de Trump’

  1. Jorge

    Onde estão os parças do bolsa cocolostomizada ? Acho que o que esse louco tem na cabeça o mesmo que ele carrega nesta bolsa.

  2. Machado Freire

    Com certeza – ser admirador de Trump, não é uma boa referência para um diplomata, principalmente de um país da América Latina.

    Ainda há tempo de repensar esta e outras escolhas “atabalhoadas’.

    Tomara que a nossa juventude crie gosto por política com P maiusculo e possa mudas as coisas em nosso País.

    Teremos mais quatro anos de problemas que já começaram com a “despedida ” dos médicos cubanos que só faziam bem a quem não pode pagar plano de saúde.

    Vamos nos manter de pé e exigir o apoio da classe política (do bem) e das igrejas comprometidas com o ensinamento (e encorajamanto) dos fracos e oprimidos, para que eles não baixem a cabeça, mas exijam o cumprimento da nossa Constituição.

    Tenho muita saudade de Dom Hélder Câmara, Miguel Arraes, Ulisses guimaraes, Pedro Simon, Marcos Freire e tantos outros políticos e cidadãos que exerceram o papel de NACIONALISTAS DE VERDADE !!!!

    Responder