Governo busca empréstimo de US$ 4 bi para pagar programas como auxílio emergencial

A Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta quarta-feira (27) que o governo busca empréstimos em organismos internacionais que somam US$ 3,35 bilhões e € 550 milhões, totalizando cerca de US$ 4 bilhões.

Segundo o Tesouro, os recursos serão usados para pagar:

– auxílio emergencial de R$ 600;

– programa de manutenção do emprego e renda;

– seguro-desemprego;

– Bolsa Família.

Juntas, essas despesas somam, até o momento, R$ 222,8 bilhões. Com o dólar a R$ 5,28 na tarde desta quarta-feira, os empréstimos buscados pelo governo somam cerca de R$ 21 bilhões.

Segundo o governo, a operação de empréstimo, já aprovada pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), envolve quatro organismos multilaterais e duas agências de desenvolvimento:

– Agência Francesa de Desenvolvimento;

– Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID);

– Banco Mundial (Bird);

– Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF);

– Banco de desenvolvimento alemão (KfW);

– Novo Banco de Desenvolvimento (NDB) – o banco do Brics.

“Os organismos multilaterais, em geral, tendem a financiar mais investimentos. Entretanto, dada a pandemia, abriram linhas especiais para financiar despesas relacionadas ao enfrentamento da pandemia em todo o mundo”, afirmou Márcia Tapajós, coordenadora-geral de Controle e Pagamento da Dívida Pública Federal.

Fonte: G1

Um comentário sobre “Governo busca empréstimo de US$ 4 bi para pagar programas como auxílio emergencial

  1. Alvinho Patriota

    Brasil a venda!
    Para contrair empréstimos a esta altura, com o valor do dólar nas alturas, sei não, impossivel pagar!