Diocese de Salgueiro divulga nota sobre uso da imagem do bispo Dom Magnus com cunho político em Salgueiro

Após circular nas redes sociais a foto do perfil de uma senhora acompanhada do bispo Dom Magnus com o tema de um grupo político da oposição em Salgueiro, a Diocese de Salgueiro divulgou uma nota esclarecendo a situação. No texto, a entidade religiosa destaca que o bispo e outros membros do clero não têm predileção nem aversão por quaisquer candidatos.

Confira a nota na íntegra:

“A Diocese de Salgueiro tomou conhecimento que circulava nas redes sociais uma fotografia de uma senhora ladeada pelo Bispo Dom Magnus Henrique Lopes, editada com tema das cores e o nome de partido político, número do candidato “#Eu sou…”.

Do modo como a referida foto está editada induz a interpretação que o Bispo apoia algum candidato, o que não é verdade.

É importante registrar que a senhora que aparece naquela fotografia tem 82 anos de idade e, sequer, sabia da montagem. O responsável pela edição já reconheceu o erro, deletou a fotografia das redes sociais e publicou texto pedindo desculpas pela transgressão e o constrangimento provocados.

A Diocese de Salgueiro reafirma que nenhum dos seus membros tem predileção ou aversão por quaisquer candidatos, apenas roga ao Senhor que ilumine e oriente os vencedores para que governem em favor do seu povo, especialmente dos mais necessitados.”

 Da redação do Blog Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Diocese de Salgueiro divulga nota sobre uso da imagem do bispo Dom Magnus com cunho político em Salgueiro

  1. Ciço

    O modus operandi e a falta de escrúpulos já são por nós conhecidas há muitos anos. Não é a primeira vez nem será a última que tentam usar a igreja:

    http://www.alvinhopatriota.com.br/diocese-salgueiro-divulga-nota-esclarecendo-%e2%80%98boatos%e2%80%99/

    Diocese Salgueiro divulga nota esclarecendo ‘boatos’

    Sentido-se prejudicada com os últimos ‘boatos’ que correm pela cidade envolvendo o nome da Igreja Católica e até mesmo do bispo diocesano, Dom Magnus, a Diocese Salgueiro, – através do Chanceler do Bispado, Pe. José Nilton Pereira Matias – enviou nesta terça-feira (01) uma nota à imprensa esclarecendo os fatos. Na primeira parte do texto, o Chanceler da diocese deixa claro que a responsabilidade pela realização de eventos no município de Salgueiro é exclusivamente cabível ao poder público.

    “A promoção, organização e divulgação dos eventos culturais do Calendário Oficial do Município de Salgueiro, tais quais: Festa de Natal, Carnaval, São João etc… É da competência e responsabilidade do Poder Público Municipal e/ou Estadual”, diz a nota, que prossegue: “Não é, não foi e não será, da competência do Bispo Diocesano, autorizar ou proibir a realização de eventos culturais tais como os supra-citados (sic), pois os mesmos competem a Administração Pública.”

    No terceiro ponto da nota, fica elucidado: “É, portanto, inverídico, difamatório e calunioso, qualquer boato, comentário ou especulação que vise atribuir à sua Excelência Reverendíssima Dom Frei Magnus Henrique Lopes, OFMCap., a responsabilidade da realização ou não realização desses eventos ou qualquer outro que lhe equivalha.”

    Nas últimas quatro enumerações do esclarecimento, a diocese alerta os autores dos burburinhos para possíveis efeitos legais. “Estará sujeito às conseqüências legais, todo aquele que tecer, promover e/ou divulgar, tais boatos”, e cita as incumbências do bispo Dom Magnus. “Cabe à sua Excelência Reverendíssima, Dom Frei Magnus Henrique Lopes, OMFCap., no exercício do Tríplice Múnus Episcopal, a ele conferido pela Santa Igreja Católica Apostólica, Pastorear, Ensinar e Santificar o povo da Diocese Salgueiro, conduzindo-os a uma íntima experiência de Deus, pautada na Verdade, Ético, Respeito e Valorização da Vida e da Dignidade Humana.”

    Para finalizar o Chanceler do Bispado também relaciona os deveres da Diocese Salgueiro. “À Diocese de Salgueiro cabe a Missão de anunciar e proclamar as verdades da fé contidas nas sagradas Escrituras e na Tradição da Igreja. Quando oportuno, na Pessoa do seu Administrador legal, o Bispo Diocesano, a Diocese se pronunciará sobre todos e qualquer (sic) questões de conteúdo e interesse público, para o bem da verdade e do Povo de Deus’, conclui.

    Como começou

    Desde que as festas de fim de ano foram canceladas antes mesmo do natal de 2010, circula pela cidade boatos de que o bispo Dom Magnus teria ‘proibido’ a realização dos festejos. Início deste ano outro burburinho circulou por Salgueiro, dando conta que a Igreja Católica havia impedido a realização das festividades carnavalescas. O blog de Alvinho Patriota adiantou os esclarecimentos de Pe. José Nilton, em reportagem publica no último dia 24 de janeiro.

    Da redação do blog de Alvinho Patriota por Chico Gomes

    01/03/2011