Vida FM Salgueiro FM

Concha Acústica sedia 35ᵒ Festival de Violeiros de Petrolina no próximo dia 12

Está agendado para a próxima quarta-feira, 12, o 35ᵒ Festival de Violeiros de Petrolina. Repentistas e violeiros de todo o Brasil irão se reunir na Concha Acústica, a partir das 19h, para dá um show de improviso, literatura de cordel e toque da viola. O evento é aberto ao público em geral.

Inserido no calendário junino do município, o festival reunirá nessa edição nomes como Ivanildo Vila Nova, Valdir Téles, Zé Viola, Moacir Laurentino, Raulino Silva, Rogério Menezes, Francinaldo Oliveira, Máximo Bezerra, Antonio José, Bê Caboclo, Dimas Fernandes, Rinaldo Aleixo, Paulo Maia, Damião Enésio e Cícero de Souza.

A competição, realizada pela Associação dos Cantadores e Poetas do Vale do São Francisco em parceria com a prefeitura, Bonusclube, rádio Grande Rio AM e comércio local, premiará as melhores duplas com troféus e dinheiro.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Concha Acústica sedia 35ᵒ Festival de Violeiros de Petrolina no próximo dia 12

  1. Machado Freire

    Pois é. Tive a satisfação de acompanhar o nascimento desse festival de violeiros que era algo muito especial para meu grande amigo Juarez Farias, que teve a feliz ideia (e a coragem) de criar e dirigir o Festival de Violeiros de Petrolina.

    Eu acabava de chegar a Petrolina trabalhar no Departamento de Jornalismo ao lado do próprio Juarez e Vinicius de Santana, uma djupla legal e afinada nos micronores da Emissora Rural, que lembra duas figuras muito importantes: Mansueto de lavor e Carlos Augusto Amariz Gomes.

    Juarez tinha uma tremendo apelo ao festival de violeiros, que também era chamado de “congresso de Violeiros”, que reunia repentistase poetas da melhor qualidade de todo o Nordeste.

    Meu amigo Natanael Cordeiro, que coordena o festival, é do ramo e merece o apoio de todos amantes do repente e da cultura regional para continuar tocando este “barco pesado”, diante das agressões que est/ão sendo praticadas contra a cultura dos sertanejos e nordestinos.

    Temos, pois, de lembrar sempre este legado do nosso inesquecível amigo Juarez de Farias Angelo, meu vizinho ali na Vila Eduardo.

    Viva Juarez !