Ponto de Vista

Ponto de Vista: Decreto de situação de emergência

ALVINHO VERDEÉ comum no início de cada governo que se decrete situação de emergência por um determinado período, que não seja longo, para que o novo gestor tome conhecimento de toda situação administrativa e financeira do ente público.

Em Salgueiro o prefeito Clebel Cordeiro, assim também agiu, decretando pelo prazo de 90 dias a proibição de quaisquer despesas sem sua expressa autorização, bem como a suspensão de pagamentos do exercício anterior, à exceção de pessoal, encargos sociais e repasses.

Pretende o prefeito, como determinou no decreto, analisar individualmente os objetos e regularidades dos contratos que originaram as respectivas despesas. Com a edição dessa medida, fica o prefeito autorizado a contratar serviços, adquirir materiais necessários à execução dos atos da sua gestão, pelo período descrito – 90 dias – sem licitação.

Mas que tais procedimentos – processos licitatórios e demais atos exigidos por lei, serão realizados pela edilidade para o andamento da máquina pública após a vigência do decreto ora estabelecido.

Pelas redes sociais está havendo uma grande discussão, uns defendendo o atual governo, outros promovendo severas críticas. Àqueles, entendo que estão no direito de defender o governo que ajudaram a eleger. Estes, embora o processo democrático lhes autorize, é preciso usar o bom senso, pois em apenas três dias da posse do atual gestor, torna-se humanamente impossível que se promova o normal andamento dos serviços públicos num município do porte de Salgueiro.

Vale esclarecer, também, que o prazo estabelecido no decreto não significa congelamento de pagamentos, entendo que à proporção que cada despesa seja analisada, deve ser liberado o seu pagamento, se julgada efetivamente legal.

No entanto, espera-se do governo ampla transparência nos atos da administração, uma vez que, apesar do decreto dispensar o procedimento licitatório, a publicação dos atos se constitui em modernidade administrativa, condição legal que deve ser observada pelas gestões públicas.

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista – Insegurança em Salgueiro

ALVINHO VERDENo nosso Estado, Pernambuco, desencadeou uma onda de violência sem precedentes nos últimos tempos. As manchetes de notícias dão conta diariamente de assassinatos em todas as regiões.

Salgueiro, uma das cidades mais pacatas, onde durante muito tempo o índice de homicídios era praticamente zero, tem registrado nos últimos dois anos uma onda crescente de violência com sinais de “execução”, envolvendo em quase sua totalidade, ex-presidiários, muitos dos quais ainda beneficiários do regime semiaberto.

Além disso, assaltos ocorrem todo momento, detonação de caixas eletrônicos, carros fortes nas estradas, além de furtos pela cidade.

Neste domingo a ousadia dos assaltantes foi tamanha, ao renderem a família do vereador Pedro de Compadre, presidente da Câmara de Vereadores de Salgueiro, que foi levado como refém e liberado em seguida. Roubaram dois veículos de sua residência na fazenda.

Ouça esta notícia (acessibilidade):

Escrito por Alvinho Patriota

A vida continua, graças a Deus!

alvinhopatriotaPassadas as eleições, embora alguns ânimos feridos e outros de alma lavada, devemos conclamar a todos a desarmar o palanque e partir para o trabalho com o manto da humildade, pés firmes no chão para uma caminhada sadia construindo o presente olhando pro futuro.

Parabenizo a todos que se propuseram à luta em favor de Salgueiro:

Clebel, a quem compete administrar esse município tão importante para todo Brasil, juntamente com Dr. Chico, homem íntegro – como tantos, o qual agora pode por em prática o que tanto buscou na esfera política.

Ao Marcelo que procurou segurar o leme  da administração que já durava 16 anos, juntamente com Dona Cleusa, não se sintam perdedores, não há lugar para derrotas quando planejamos avanços. Ele seguirá sua trajetória inabalável como servidor público e politico. Ela, igualmente, representando Pernambuco e em especial Salgueiro na Câmara Federal.

Márcio Nemédio e Nébia, jovens corajosos que têm muito chão a percorrer, inauguraram uma nova forma de fazer política, gastando sola de sapatos, conversando com as pessoas de forma simples, com identificação mútua.

Aos vereadores – eleitos ou não, é preciso entender que muitos se apresentarão mas poucos terão assento, a cada vez, com procuração para representar todo povo. Que nenhum se sinta excluído.

Enfim, toda população saiu vencedora nesse processo democrático. Os números não são tão importantes diante do processo – caminhar com dignidade.

Que Deus proteja a todos!

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista – Convenção

blognaseleicoesMinhas amigas e meus amigos:

No último mês de abril dirigi ao povo pernambucano e em especial de Salgueiro – meu único domicílio eleitoral até hoje – a minha posição política (Tudo neste mundo tem início, meio… e busca constante de finalidades), à qual venho seguindo fielmente.

Depois me dirigi ao Partido Verde, solicitando uma licença da sua Presidência em Salgueiro para que fosse substituído por pessoa que pudesse conduzir o processo eleitoral deste ano.

Não tendo a Direção Estadual do PV providenciado ainda a minha substituição, não poderia deixar de oficializar os atos necessários à participação na campanha eleitoral visando às próximas eleições, o que fiz e estou a fazer até que seja substituído da sua direção.

O Partido Verde entendeu desde cedo que deveria continuar unido à luta defendida pelo nosso companheiro de chapa em 2012, o ilustre desembargador aposentado, Francisco de Sá Sampaio (Carta a Dr.Chico). Assim, segue unido inclusive com o apoio incondicional do meu irmão, deputado Gonzaga Patriota à chapa majoritária Clebel/Dr. Chico.

Vale ressaltar que o PV repassou alguns itens aos referidos candidatos, a serem implantados e tornados realidade na gestão 2017/2020, se forem eleitos, dentre eles, a revitalização dos mananciais públicos e seus afluentes (Projeto Ambiental Água Viva).

E como disse naquela nota que não estaria me despedindo da luta, mas me apresentando para a messe, neste momento em que ocorrem as Convenções das Coligações Partidárias, nosso Blog estará presente a todas elas e à campanha eleitoral, bem como à disposição para fazer as publicações de forma imparcial (Eleições 2016: Blog Alvinho Patriota se coloca à disposição de todas as coligações de Salgueiro).

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista: Mortes anunciadas

alvinhopatriotaTemos convivido em Salgueiro constantemente com acidentes de trânsito nas rodovias, muitos com vítimas fatais, por falta de sinalização. O DNIT, órgão federal responsável pelo setor só age com atraso e sobre pressão.

Depois de muitos bloqueios nas rodovias, causando prejuízos aos usuários que nada têm a ver com os problemas locais, foram instaladas algumas barreiras eletrônicas nas BRs 116 e 232, não mais ocorrendo acidentes naquelas localidades.

No entanto, os trechos onde existe grande movimento de carros e passagem de pedestres, entre o 8º BPM na BR 232 e o Posto da PRF (desativado), e deste até a Barriguda na BR 116, precisam ser sinalizados adequadamente, com urgência.

mortesanunciada

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista: O papel de informar, não polemizar!

alvinhopatriotaQuando criamos este instrumento de comunicação em fevereiro de 2009 (Por que a ideia de criar um blog?), estávamos na condição de vereador de Salgueiro, pensando numa forma de prestar contas à população dos nossos trabalhos, como homem público.

A partir de 2013 não mais exercemos mandato eletivo, mesmo assim continuamos com o Blog que por sinal tem tido um número significativo de acessos, graças a sua linha de atuação imparcial e, sem dúvidas, ao trabalho do nosso administrador Chico Gomes, carinhosamente chamado de “Chicão”, embora sendo o mesmo franzino.

Não é fácil agradar a todo mundo, sabemos, mas é preciso que alguns leitores se comportem com ética e respeito aos demais, agindo sempre com alto nível, concordando ou discordando das matérias e não, algumas vezes, com palavras impensadas que atingem o nível das discussões.

Obrigado pela atenção.

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista: Escadaria do Cruzeiro

alvinhopatriotaUma paisagem magnífica de Salgueiro a Serra do Cruzeiro, local que recebe diariamente visita de admiradores da natureza está precisando de cuidados. A escadaria se encontra com várias crateras dificultando o acesso das pessoas. Outro problema que ocorre é o lixo acumulado ao longo do percurso.

Conclamamos a Prefeitura a promover revitalização desse espaço, afixando placas de advertência àqueles “descuidados”, além de manter nas rádios e outros meios de comunicação, campanhas educativas de preservação desse e de outros espaços culturais.

escadarias

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista: Desperdício e agressão ao meio ambiente

alvinhopatriotaTemos insistido nesse problema, que reputo um dos maiores que enfrentamos no Brasil a fora: Verdadeiros cemitérios de carros, motos, aeronaves, barcos e tantos outros objetos valorosos que são apreendidos e colocados em pátios a céu aberto, se deteriorando com a ação do tempo, além de agredirem ao meio ambiente.

Sabemos que para toda apreensão requer um processo, mas, como justificar em pleno século 21, mesmo diante do avanço tecnológico, quanta burocracia que impede uma solução rápida do problema, de forma a evitar o desperdício?

motos-apreendias

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista: Acessibilidade

SONY DSCMais uma vez tocamos nesse assunto, especialmente no momento em que vários políticos se apresentam para concorrerem a mandatos eletivos a partir de janeiro de 2017.

Alertamos a população para exigir compromissos dos seus mandatários, como o enfrentamento do problema da falta de acessibilidade em nossas vias públicas.

Na foto abaixo se vê a subida ao bairro Santa Margarida, uma das muitas ruas que não oferecem condições mínimas às pessoas no seu trânsito. Nessa, as calçadas foram praticamente tomadas por construções irregulares.

acessibi

Ponto de Vista: Revitalização

Aproxima-se mais um pleito eleitoral. O eleitor precisa entender que para eleger políticos comprometidos com as causas mais importantes para o seu município, deve discutir com os futuros gestores propostas que venham melhorar a vida da população.

Nesta oportunidade apresentamos aos candidatos, sugestão que possa ser aproveitada nos seus programas de governo. Importante também que as pessoas opinem sobre o assunto, pois enriquecerá sem dúvida a discussão, tornando-a mais consistente, se for o caso.

Sugestão

Revitalização: açude velho, açude novo, açude de Conceição das Crioulas, etc.

Foto ilustrativa de um programa que estamos trabalhando:

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista – Acessibilidade em Salgueiro

ALVINHO VERDESabemos que é alto o custo da construção de calçadas adequadas para as pessoas caminharem com segurança e conforto, porém, mais caro ainda ficam as despesas para demolição, reforma e construção dos passeios públicos, dentro das normas de engenharia e arquitetura.

As calçadas de Salgueiro, infelizmente, oferecem poucas condições de uso no dia a dia das pessoas, tanto para o trânsito normal quanto para caminhadas – exercícios físicos. É uma verdadeira guerra com os veículos, faltando permanentes campanhas educativas aos condutores e pedestres.

acessi

Nosso Blog, que tem feito uma verdadeira prestação de serviços ao longo de sua existência, vai incrementar, a partir de agora, sugestões que possam ser assimiladas – àquelas que de fato sejam reconhecidas como importantes e necessárias – pelos futuros gestores de nosso município, para que um dia possamos comemorar o melhoramento das nossas vias públicas, essencialmente àquelas destinadas às pessoas.

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista – A água está chegando…

ALVINHO VERDEO projeto de transposição de águas do rio São Francisco tem sido bastante criticado em face do aumento dos custos e atraso da obra. Reconhecemos tudo isso, mas não podemos desconhecer a importância de tão grande empreendimento em nossa região.

São dois canais, o leste que sai do município de Floresta em direção à Paraíba e o norte, partindo de Cabrobó para o Ceará e Rio Grande do Norte.

No eixo norte, só em Pernambuco, temos seis grandes barragens: tucutu, terra nova e livramento (Cabrobó). Mangueira, negreiros e malícia (Salgueiro). As duas primeiras já estão cheias, estando previsto para as duas seguintes (livramento e mangueira) encherem já no mês de março que se aproxima.

Também no eixo leste segue o mesmo ritmo o trabalho de abastecimento dos mananciais.

transposicao87024

No último mês de janeiro as chuvas ocorreram aqui no sertão, acumulando água em alguns reservatórios, mas não foram suficientes, pois muitas barragens continuam secas, sobretudo as maiores. Em fevereiro que está chegando ao fim, praticamente não houve chuva suficiente para acumular água nas barragens.

Chamamento

A transposição foi idealizada para abastecer 12 milhões de pessoas aqui no nordeste. Assim sendo, já que existem esses primeiros reservatórios cheios, é preciso que o governo federal, desde já, comece a implantar os limites e formas de aproveitar essa água, em abastecimento das comunidades e produção agrícola, estabelecendo a área que possa ser irrigada nas proximidades dos mananciais ao longo do percurso da obra.

Pois se formos esperar o término da obra, a finalidade do projeto se prolongará mais ainda, não atendendo ao seu fim social. É preciso que haja a utilização das águas dos reservatórios já mencionados, bem como a alimentação de outros da nossa região, como: algodões e boa vista em Salgueiro; barragem Nilo Coelho em Terra Nova; Entremontes em Parnamirim, para que possamos implantar projetos de irrigação visando a produção de fruticultura, piscicultura, pastagem animal, etc.

Infraestrutura

Simultaneamente devemos lutar para que seja concluída a ferrovia transnordestina e construído o aeroporto de cargas e passageiros previsto para Salgueiro, município entroncamento rodoviário que tem uma distância média de 550 km para todas as capitais do nordeste, compreendendo um dos mais estratégicos centros do Brasil.

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista – Impeachment

ALVINHO VERDENos meus 33 anos na política, dos quais 20 consecutivos com mandato de vereador em Salgueiro, presenciei muitas crises políticas e econômicas. Essa que estamos vivendo no momento não foi a primeira e nem será a última.

Só vislumbramos uma saída: respeito ao voto do povo e às instituições. Não podemos desconsiderar por qualquer razão, a vontade dos eleitores expressada nas urnas. Na última eleição presidencial a presidenta Dilma se elegeu com praticamente 52% dos votos válidos do Brasil. Não se pode da mesma forma desprezar os 48% do candidato Aécio Neves.

O que ocorre no Brasil, infelizmente acontece também nos Estados e Municípios: boa parte dos gestores, muitos como candidatos à reeleição, comprometem, irresponsavelmente, as finanças públicas em proveito pessoal e dos seus grupos, para garantirem sua continuidade no poder.

O eleitor, no entanto, em sua maioria, não acompanha o mandato dos eleitos, deixando-os à vontade, concorrendo para mais e mais escândalos, como estamos vivenciando no momento, infelizmente, no Brasil.

Precisamos, oposição e situação, voltar às ruas, tanto para que os escândalos, as roubalheiras e tantos desmandos sejam evitados, como para garantirmos a continuidade aos que estão trabalhando dignamente, diuturnamente, honestamente, humildemente, para vencer as dificuldades.

Não podemos assistir calados as investidas de tantos políticos e partidos que, por conveniências pessoais e de seus grupos, muitos que até pouco tempo participaram do governo que aí está, venham agora “vestidos de cordeiros”, “com bons propósitos”, querer que acreditemos nessa ultrapassada forma de fazer política sem propostas concretas e decentes.

Respeito o ponto de vista de cada um, mas no momento, acho que impeachment da presidente Dilma é temerário, diante da ausência de prova que tenha ela cometido atos que levem a tal procedimento.

Lembro que jamais vimos gente graúda ser presa e processada neste país como vem ocorrendo nos últimos tempos. Isso é prova de que precisamos de instituições fortes e não oportunistas de plantão, àqueles que apostam no quanto pior melhor.

Por fim, cadê a voz da juventude?

Gestores das escolas, professores e demais seguimentos da sociedade: abram debates com os candidatos para que tenhamos políticos sérios e comprometidos com a causa do povo!

Vamos trabalhar porque o Brasil é de todos e só com o trabalho vencemos…

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista: Vamos trabalhar?

ALVINHO VERDESabemos que a crise é grande. A imprensa noticia a toda hora a violência, especialmente nos centros urbanos. Os incêndios no Norte e Nordeste. As enchentes no sul. O descaso na saúde.

As greves na educação – justa luta por direitos garantidos na Constituição, mas negados pelos governantes. Os prejuízos silenciosos atingem nossa juventude, propiciando perdas geralmente jamais reparadas.

A corrupção galopando em todo país, com destaque na classe política. No entanto, já vemos as movimentações visando à próxima eleição para a qual ainda falta um ano.

Muitas pessoas que jamais procuraram saber, por exemplo, como está a nossa população rural, especialmente no que tange ao abastecimento de água, inclusive para os animais, que também nunca reclamaram dos desmandos vistos por todos, todo tempo, agora, sem respeitar os que sofrem, aparecem como salvadores da Pátria, sem, contudo, mostrarem saída para a crise. O que mais ouvimos é palavra chave: “fora fulano, fulana…”, como se com um toque de mágica, tudo se normalizasse.

Convido os políticos para debates de ideias, apresentarem sugestões, saírem de cima do muro respeitando os gestores, mas, mostrando os seus erros.

Para que antecipar a campanha quando esta foi recentemente encurtada para 45 dias, vamos trabalhar?

Escrito por Alvinho Patriota

Ponto de Vista: Independência

ALVINHO VERDEMuitos contestam que o Brasil não é um país independente; que o Grito do Ipiranga foi uma farsa; que existem desigualdades, uns sendo beneficiados em detrimento de outros.

Precisamos refletir e chegar à conclusão que nada se consegue de um dia pro outro; sem o exercício contínuo da busca; sem sofrimentos e perdas.

Não podemos concordar, por exemplo, que a independência dos escravos ocorreu de forma completa com a Lei Áurea de 1888, pois ainda hoje convivemos com divisões, discriminações, segregações…

Sabemos que jamais vamos chegar à plenitude, ao absolutismo, à perfeição, porém é preciso que busquemos sempre esse caminho, combatendo os males que afligem a sociedade. Temos de ter consciência da necessidade de acolhermos os irmãos, independentemente do lugar onde nasceram. As fronteiras são para demarcarem territórios, leis, costumes, etc. e não para isolamento daqueles que querem um lugar para viver dignamente.

Neste dia que comemoramos o grito do início da liberdade de nosso povo, possamos compreender que não devemos caminhar sozinhos. É preciso que olhemos para quem está ao nosso lado ou em qualquer lugar clamando que lhe estendamos às mãos.

E viva o caminho da liberdade!

Escrito por Alvinho Patriota