Câmara de Vereadores de Serra Talhada aprova Moção de Repúdio contra cortes na educação

Sem a presença dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro no plenário, a Câmara de Vereadores de Serra Talhada aprovou uma Moção de Repúdio contra cortes na educação na sessão dessa segunda-feira, 3. Segundo o site Farol de Notícias, a rejeição se estende ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, e ao próprio presidente Bolsonaro.

Apresentada pelo vereador Sinézio Rodrigues (PT), a proposta foi aprovada por 12 votos e três, com o plenário cheio de professores e estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) e da Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST/UFRPE).

A moção chegou a ser colocada em discussão na semana passada, mas houve confusão entre vereadores e apoiadores do presidente. Por causa disso, a Mesa Diretora acabou encerrando a reunião.

Da redação do Blog Alvinho Patriota