Vida FM Salgueiro FM

Câmara de Salgueiro realiza audiência pública sobre surto da dengue sem representantes da prefeitura

A Câmara de Vereadores de Salgueiro realizou na manhã desta terça-feira, 11, uma audiência pública sobre o surto da dengue e outras arboviroses que estão assolando a população do município. O encontro público contou com a presença de representantes do Governo do Estado, mas ninguém da prefeitura apareceu.

Estiveram presentes a gestora da VII GERES (Gerência Regional de Saúde), Maria Auxiliadora Veras (Sidora); a diretora do Hospital Regional de Salgueiro, Maria Gilcia Nascimento; e representantes da epidemiologia de Pernambuco.

Os convidados foram recebidos pelos vereadores Bruno Marreca (proponente da audiência), Augusto Matias, Paizinha Patriota, Antônio Pires, Flávio Barros, José Carlos, George Arraes, Eliane Alves, Erivaldo Pereira, Hercílio de Alencar e Pedro de Compadre.

A secretária municipal de Saúde, Adja Barros, enviou um ofício à casa legislativa comunicando que não enviaria representantes para a audiência. “Aproveitando o ensejo, informo que todas as medidas de protocolo, medidas acordadas junto à promotoria de Justiça e medidas emergenciais já foram realizadas acerca do combate à epidemia”, alegou a secretária.

Durante a audiência, Auxiliadora Veras expôs dados sobre os casos de dengue, zika e chikungunya na região, destacando que todas as medidas ao alcance da VII GERES estão sendo feitas. Ela expôs que Salgueiro registrou no primeiro semestre deste ano 3.630 casos de dengue, um grande aumento em relação ao ano passado.

Por sua vez, Gilcia informou que o hospital notificou do início do ano até a semana passada 2.122 internamentos de pacientes com dengue, sendo 1.952 somente em Salgueiro. “A gente assistiu nessa epidemia o município cruzar os braços e todos os casos serem atendidos no hospital. […] Isso aumentou de certo modo os custos do hospital”, afirmou, criticando a atenção básica.

O vereador Flávio Barros defendeu a administração municipal, citando ações desenvolvidas pela prefeitura para combater o surto de dengue, como os mutirões realizados em diversos bairros, inclusive com drones, e a contratação emergencial de Agentes de Combate de Endemias (ACEs), que estão passando por capacitação.

Ao término da audiência, os participantes decidiram fazer encaminhamentos para tentar angariar recursos para abrir a UPA 24H, pedir explicações da prefeitura sobre as férias dadas aos agentes em um momento de emergência, intensificar medidas de conscientização das pessoas para evitar a proliferação do Aedes aegypti, preparar um projeto para aumentar o valor do IPTU das residências com focos, entre outras medidas.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

2 comentários sobre “Câmara de Salgueiro realiza audiência pública sobre surto da dengue sem representantes da prefeitura

  1. Luis Carlos de Araujo

    Na Realidade o atualmente está se precisando é a Câmara de Vereadores de Salgueiro explicar como é que vai ser a partir de agora que cada vereador vai ter direito a receber 13° Salário e já agora no meio do ano, se realmente for VERDADE acho que precisamos abrir uma audiência pública para cada um dos quinze vereadores explicar que trabalham muito para ter esse direito.

  2. Marcos

    Essa secretária é virtual,num enfrenta nada,tá perdida.
    Dizem que é uma secretária fujona e só vive viajando.