Plantão Covif-19: Lista dos serviços essenciais conforme Decreto Presidencial

Top 10: Notícias mais acessadas de 18/11/2019 a 22/11/2019

1 – CIEE anuncia abertura de vagas para o programa Aprendiz Legal em Salgueiro

2 – Confira as vagas de emprego disponíveis nesta quinta-feira na Agência do Trabalho de Salgueiro

3 – Los Patos decide fazer festa de Gusttavo Lima na antiga estação ferroviária de Salgueiro

4 – Agência do Trabalho de Salgueiro divulga duas vagas que ainda estão disponíveis

5 – Professores de Mirandiba pedem ajuda do Ministério Público para receber salário atrasado

6 – Mãe residente na zona rural de Salgueiro pede ajuda para tratamento de filho diagnosticado com intolerância a glúten, lactose e trigo

7 – Caminhão com carga de macarrão e biscoitos tomba próximo ao Sítio Bananeiras, em Salgueiro

8 – Homem é preso por abusar sexualmente da enteada de 18 anos no Loteamento Asa Branca, em Salgueiro

9 – Polícia Civil investiga tentativa de estupro contra menina de sete anos em Cedro-PE

10 – Clebel Cordeiro recua e já fala que pode disputar a reeleição em 2020: “Ganho deles de novo”

Filha de Gugu Liberato faz pronunciamento após morte do apresentador

Sofia, de 15 anos, uma das filhas gêmeas de Gugu Liberato , se pronunciou ontem em seu Instagram sobre a trágica morte do pai. A jovem ainda aproveitou o pronunciamento para fazer um desabafo.

“Muito obrigada a todos pelas mensagens positivas e orações. Estamos todos muito tristes pelo ocorrido. Infelizmente ainda existem pessoas que vão se aproveitar dessa situação tão delicada. Tive que abrir minha conta ao público para de uma vez por todas dizer que esse é o meu único Instagram. Todos os outros são fakes. Peço que denunciem. Obrigada”, lamentou Sofia.

O apresentador deixou outros dois filhos Marina, de 15 anos, e João Augusto, de 17. Gugu era casado com Rose Miriam. Teve morte cerebral após um acidente doméstico em sua casa, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele caiu de uma altura de quatro metros e bateu com a cabeça.

Fonte: Gente

Petroleiros vão manter mobilização, apesar de proibição do TST

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou que vai manter as mobilizações solidárias nacionais programadas para ocorrer entre os dias 25 e 29 de novembro. Elas serão realizadas parcialmente, sem prejuízo do abastecimento dos combustíveis.

A nota foi divulgada neste sábado, após uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) acatar liminar da Petrobras impedindo que a categoria entre em greve na segunda-feira.

De acordo com a FUP, o objetivo das mobilizações é “alertar a sociedade sobre os riscos da política de demissões em massa e da venda de ativos da Petrobras para o bolso do consumidor, para o meio ambiente e para os trabalhadores do setor (incluindo os terceirizados).”

“A ação será mantida por não ferir a decisão TST, que acatou pedido de liminar da Petrobras impedindo a greve por ela por em risco o abastecimento nacional de combustíveis”, diz o comunicado.

A liminar assinada pelo ministro Ives Gandra e divulgada neste sábado fixou em R$ 2 milhões por dia a multa por descumprimento. O ministro alega que o acordo coletivo foi assinado no dia 14 deste mês, há pouco tempo, o que não justificaria a decisão da federação sindical de já convocar uma paralisação.

As mobilizações vão envolver os trabalhadores em ações voluntárias como, por exemplo, a doação de sangue (dentro da Semana Nacional de Doação de Sangue) e a limpeza de praias que estão sendo atingidas pelo vazamento de óleo, que agora chegou ao Estado do Rio.

Fonte: Estadão Conteúdo

Polícia Federal prende juiz do TJ-BA em Salvador

A Polícia Federal prendeu na manhã deste sábado (23) um juiz de direito do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A prisão se deu em cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido pelo Superior Tribunal de Justiça(STJ), em um desdobramento da Operação Faroeste, deflagrada no dia 19 de novembro.

O ministro do STJ, Og Fernandes, determinou, pela manhã, a prisão preventiva de Quadros Sampaio, da 5ª Vara de Substituições da Comarca de Salvador, que foi afastado de suas funções desde que a Operação Faroeste foi deflagrada. A operação mira o esquema de venda de sentenças em processos sobre grilagem de terras na região Oeste da Bahia.

A operação também levou ao afastamento o presidente do TJ-BA, Gesivaldo Nascimento Britto, e os desembargadores José Olegário Monção Caldas, Maria da Graça Osório Pimentel Leal e Maria do Socorro Barreto Santiago, além da juíza de primeira instância Marivalda Almeida Moutinho.

Fonte: Correio 24 Horas

Bolsonaro admite: “Não sabemos quanto de óleo ainda tem no mar”

Os fragmentos de óleo que há quase três meses mancham as praias do Nordeste brasileiro chegaram ao litoral do estado do Rio de Janeiro neste sábado (23). No Rio para participar de agendas oficiais junto ao Exército, o presidente Jair Bolsonaro admitiu que o governo não tem ideia de quanto óleo ainda há no mar. Ele disse, então, que é preciso estar preparado para o pior cenário.

“Gostaríamos que fosse identificado quem, no meu entender, cometeu esse ato criminoso. Agora, não sabemos quando de óleo ainda tem no mar. Na pior hipótese, um petroleiro, caso tenha jogado no mar toda a sua carga, na pior hipóteses, menos de 10% chegou em nossa costa ainda. Então, nos preparemos para o pior”, revelou o presidente Jair Bolsonaro, indicando que o óleo ainda pode poluir muitas praias brasileiras.

Neste sábado, as manchas que já haviam sido constatadas nos nove estados nordestinos e também no estado do Espírito Santo chegaram ao litoral norte do Rio de Janeiro. Com isso, já foram poluídas 725 localidades de 121 municípios contaminados pelo resíduo.

A origem do óleo, contudo, ainda não foi identificada. Por isso, a Câmara dos Deputados deve instalar nos próximos dias uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a origem e os responsáveis pelo óleo. Os deputados ainda prometem usar a CPI do Derramamento de Óleo para discutir medidas que possam prevenir a ocorrência de novos desastres ambientais como esse.

Fonte: Congresso em Foco