Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Evo Morales renunciou neste domingo (10) ao cargo de presidente da Bolívia, após uma escalada nas tensões no país. O anúncio foi feito em rede nacional, pela televisão. O vice-presidente, Álvaro García Linera, também apresentou a renúncia.

“Eu decidi, escutando meus companheiros, renunciar ao meu cargo da presidência”, ele disse.

Logo em seguida, ele ataca seus opositores Carlos Mesa e Luis Camacho.

“Por que tomei essa decisão? Para que Mesa e Camacho não sigam perseguindo meus irmãos dirigentes sindicais. Para que Mesa e Camacho não sigam queimando a casa dos governadores de Oruro e Chuquisaca.”

Ele ainda classificou a situação como um golpe:

“Lamento muito esse golpe cívico, e de alguns setores da polícia podem se juntar para atentar contra a democracia, contra a paz social com violência, com amedrontamento para intimidar o povo boliviano.”

Depois de acusar a oposição de atos violentos, ele terminou: “Por essas e muitas razões, estou renunciando, enviando a minha carta renúncia à Assembleia Legislativa Plurinacional da Bolívia. Muito obrigado”.

Fonte: G1

Top 10: Notícias mais acessadas 04/11/2019 a 08/11/2019

1 – Jovem mãe de três crianças morre vítima de leucemia em Salgueiro e causa comoção nas redes sociais

2 – Polícia Militar registra atropelamento fatal de borracheiro como ‘morte a esclarecer’

3 – Discussão por motivo fútil termina em morte no Caravan, em Salgueiro

4 – Agência do Trabalho de Salgueiro tem cinco vagas disponíveis com salário de até R$ 1.569

5 – Adolescente morre afogado em açude na zona rural de Serrita

6 – Mulher de 26 anos é assassinada dentro de casa em Ouricuri

7 – Serritenses são presos na zona rural de Verdejante com 500 kg de minério bruto e R$ 15 mil em espécie

8 – Carro tomba na estrada de acesso à Serrita e deixa casal salgueirense ferido

9 – Campanha nas redes sociais pede que comerciantes de Salgueiro deem oportunidade a jovens sem experiência

10 – Ponto de mototáxi instalado no Centro de Salgueiro está abandonado e causando transtornos

Deputado Fernando Filho anuncia investimento de mais de R$ 12 milhões para Serrita

Na última sexta-feira, 8, durante cerimônia de entrega de Títulos de Cidadão Serritense ao superintendente da Codevasf/Petrolina, Aurivalter Cordeiro, aos mineradores Antônio Lisboa e Rafael Ferreira e aos padres Evandro e Erasmo, o deputado federal Fernando Filho (DEM) anunciou um pacote de medidas no valor de mais de R$ 12 milhões para o município de Serrita. O comunicado foi feito na presença do prefeito Erivaldo Oliveira, do ex-prefeito Carlos Cecílio e do presidente da Câmara de Vereadores, Isac Sampaio.

De acordo com o parlamentar, R$ 6 milhões serão destinados à pavimentação asfáltica da ladeira dos sítios Batingas e Mescla; R$ 1 milhão para construção de quatro quadras de esportes; R$ 3 milhões para 12 sistemas de abastecimento de água, beneficiando cerca de 800 famílias; R$ 1,650 milhão empenhado ao custeio da Secretaria de Saúde; R$ 480 mil para pavimentação do acesso que liga a Av. Rogério à Vila Nossa Senhora da Conceição, além da instalação de 50 poços com bombas movidas por energia solar. 

A pavimentação dos sítios Batingas e Mescla é um sonho antigo do prefeito Erivaldo, do ex-prefieto Cecílio e dos moradores da região do Pé de Serra.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Lula livre: Não dá mais para “comer gato por lebre”

Por Machado Freire

O Brasil é um país de uma democracia nova que , vez por outra, cambaleia.

Vivemos, ao longo dos últimos 80 anos anos uma série de golpes e contra-golpes, tendo o último abalo à democracia acontecido em 1964, quando perdemos as liberdades democráticas e vivemos longos vinte anos sob o “regime de chumbo”.

Há aqueles que têm saudade do golpe militar de 1964, naturalmente por desconhecerem o que é a perda da liberdade.

Lula, que já havia amargado a ditadura quando era lider sindical (estava preso quando sua mãe morreu), acaba de vencer mais um ato de violência que lhe valeu a perda da liberdade por quase dois anos. Foi acusado de crime e preso antes do julgamento final do processo.

Mas sua liberação só foi possível porque a Justiça “chamou o feito à ordem” e fez valer o que a Constituição de Dr. Ulisses Guimarães exige e vinha sendo descumprido, desde uma vacilada do Supremo em 2016, quando passou a vigorar a prisão em segunda instancia..

Precisamos, agora, mais do que nunca, continuarmos vigilantes a tudo o que acontece na política nacional, regional e local.

Precisamos conhecer melhor a classe política do nosso Município, do Estado e do País.

Precisamos continuar lutando contra a corrupção e a necessidade de mantermos as Liberdades democráticas em defesa de todos dos brasileiros em todos os níveis.

Nós não somos mais crianças para aceitarmos “comer gato por lebre”.

Em discurso, Lula diz que Bolsonaro foi eleito para governar para o povo brasileiro e não para os milicianos do Rio

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou na tarde deste sábado (9) em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e disse que Jair Bolsonaro foi eleito para governar para o povo brasileiro e não para os milicianos do Rio. Lula fez um discurso agressivo e atacou o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o procurador da República Deltan Dallagnol e a Operação Lava Jato.

“Ele [Bolsonaro] foi eleito. Democraticamente nós aceitamos o resultado da eleição. Esse cara tem um mandato de 4 anos. Agora, ele foi eleito para governar para o povo basileiro, e não para governar para os milicianos do Rio de Janeiro” , disse Lula.

“Eu duvido que o Moro durma com a consciência tranquila que eu durmo. Eu duvido que o tal do Dallagnol durma com a consciência tranquila que eu durmo. Aliás, eu duvido que o seu Bolsonaro durma com a consciência tranquila que eu durmo. Eu duvido que o ministro demolidor de sonhos, destruidor de empregos, destruidor de empresas públicas brasileiras, chamado Guedes, durma com a consciência tranquila que eu durmo. E eu quero dizer pra eles, eu estou de volta”.

“Eu poderia ter ido a uma embaixada, eu poderia ter ido a um outro país, mas eu tomei a decisão de ir lá [ser preso]. Porque eu preciso provar que o juiz Moro não era juiz, era um canalha que estava me julgando” , disse o ex-presidente.

Lula foi solto nesta sexta-feira (8) após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e 580 dias preso. O ex-presidente passou a noite em Curitiba e embarcou em um avião fretado na manhã deste sábado rumo a São Paulo.

Em São Bernardo do Campo, estavam presentes Fernando Haddad, Marcelo Freixo, Guilherme Boulos, Gleisi Hoffmann e outras lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT). A fala do ex-presidente durou cerca de 1 hora. Lula disse que o Brasil já foi “respeitado no mundo inteiro”.

“Não adianta ficar preocupado com as ameaças que eles fazem na televisão. Que vai ter miliciano, que vai ter o AI-5 outra vez. A gente tem que ter a seguinte decisão: esse país é de 210 milhões de habitantes e a gente não pode permitir que os milicianos acabem com esse país que nós construímos”, disse em ataque ao governo de Jair Bolsonaro.

“Se as pessoas tiverem onde trabalhar, se as pessoas tiverem salário, se as pessoas tiverem onde estudar, se as pessoas tiverem acesso à cultura, a violência vai cair. Nós temos que dizer contra a distribuição de armas do Bolsonaro. Nós vamos distribuir livros”.

Fonte: G1

Palmeiras perde pênalti e empata clássico com o Corinthians

Palmeiras teve tudo para voltar a reduzir a vantagem em relação ao líder Flamengo para cinco pontos na noite deste sábado (09/11/2019). Gustavo Scarpa cobrou pênalti aos 31 minutos do segundo tempo, mas o goleiro Walter defendeu. O erro do meio-campista palmeirense por pouco não custou ainda mais caro, já que Michel marcou para o Corinthians aos 46. Dois minutos depois, Bruno Henrique deixou tudo igual e determinou o 1 x 1 no Pacaembu.

O resultado no clássico contra o Corinthians permite que o líder do Brasileirão possa terminar a 32ª rodada 10 pontos à frente no Brasileirão.

Com o ponto somado, o Palmeiras chegou aos 67 e permanece na vice-liderança da competição, seguido pelo Santos, com 64. O Flamengo entra em campo neste domingo (10/11/2019) contra o Bahia, no Maracanã.

O lance mais polêmico da partida foi exatamente o pênalti marcado a favor do Palmeiras. Após escanteio cobrado por Dudu, o zagueiro Gomez cabeceou e a bola bateu no braço de Manoel. O árbitro deixou o lance seguir, mas o VAR orientou a revisão da jogada. Após rever o lance em mais ângulos, o juiz Vinícius Dias Araújo apitou a penalidade.

Na próxima rodada, o Palmeiras vai até Salvador enfrentar o Bahia. A partida está marcada para domingo (17/11/2019), a partir das 16h, na Fonte Nova.

O Corinthians voltará ao encontro de sua torcida também no domingo, às 16h. O time comandado por Dyego Coelho recebe o Internacional, do técnico Zé Ricardo.

Fonte: Metrópoles