Plantão Covif-19: Lista dos serviços essenciais conforme Decreto Presidencial

Top 10: Notícias mais acessadas de 22/07/2019 a 26/07/2019

1 – Flávio Leandro diz que escolheu Salgueiro para o novo DVD porque “tem compromisso pessoal” com o município

2 – Polícia apreende mais de 5 mil maços de cigarro e prende acusado por contrabando na zona rural de Salgueiro

3 – Homem é preso após furtar dois litros de conhaque Dreher em supermercado de Salgueiro

4 – Policiais federais ficam feridos durante aterrissagem de helicóptero em Salgueiro

5 – Polícia Militar prende foragido da Justiça dentro de clube em Terra Nova-PE

6 – Motoristas de transporte alternativo protestam em Salgueiro contra regras mais rígidas do CTB

7 – Cearenses são presos por prática de estelionato em Salgueiro e Ouricuri

8 – Salgueiro se despede do empreendedor Genildo Rodrigues dos Santos

9 – Duas vagas estão disponíveis na Agência do Trabalho de Salgueiro nesta segunda-feira

10 – CL3 Empreendimentos e Prefeitura de Brejo Santo-CE divulgam programação da Expobrejo 2019

Mais uma homenagem a Sertânia

Neste domingo de descanso presto mais uma homenagem a Sertânia, município onde nasci e vivi a infância e parte da juventude. Faço mais essa deferência através de uma música escrita pelo poeta e professor Waldemar Cordeiro, que foi um marco inicial na minha vida. Além de ter sido meu professor, me deu a primeira oportunidade de emprego, aos 15 anos, em seu cartório. A intérprete da canção,  professora Edileuza Oliveira, tinha afinidade comigo porque era viúva de um ex colega meu, Juraci. Infelizmente perdemos dona Edileuza essa semana. (Escrito por Alvinho Patriota)

Acidente com embarcação deixa mortos e feridos na Praia de Maragogi

Um acidente com uma embarcação deixou dois mortos neste sábado (27) na Praia de Maragogi, que fica no Litoral Norte de Alagoas. Ainda não há confirmação sobre o número de feridos. As informações são do G1.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as pessoas que morreram eram duas idosas, uma de 65 e, a outra, 67 anos — os nomes das vítimas ainda não foram divulgados.

O catamarã colidiu contra uma pedra, o que provocou o acidente. Cerca de 60 pessoas estavam no barco. Deste total, 2 são palestrantes e 6 tripulantes do receptivo da empresa.

O capitão Falcon, dos bombeiros, disse que não há relatos sobre desaparecidos. Ainda assim, a corporação tenta contato com a empresa responsável pela embarcação para confirmar a informação.

Fonte: IstoÉ

‘Não gastei nada além do que já ia gastar’, disse Bolsonaro sobre uso de helicóptero da FAB por seus familiares

O presidente Jair Bolsonaro comentou neste sábado o uso de helicópteros da Força Aérea Brasileira (FAB) por seus parentespara ir no casamento de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Bolsonaro participou na manhã de ontem da formatura anual da turma de novos paraquedistas das Forças Armadas no 26º Batalhão de Infantaria Paraquedista, na Vila Militar, na Zona Oeste do Rio. Ao todo, foram 638 formandos. 

– Fui no casamento do meu filho. Minha família da região do Vale do Ribeira estava comigo. Eu vou negar o helicóptero e mandar de carro? Não gastei nada além do que já ia gastar – afirmou Bolsonaro.

Neste sábado, questionado se não via incompatibilidade na atitude, disse que sempre viaja com dois helicópteros e não ia responder. 

– Se eu errar, assumo e arco com as consequências. Até o momento, pelo que vejo, nada de errado aconteceu em meu governo.

Ao se defender sobre o caso do uso de helicópteros, Bolsonaro disse que reduziu os gastos no cartão corporativo. Nesse momento, o presidente pediu a um auxiliar que entregasse o cartão e mostrou que ele ainda estava com a tarja de bloqueio.

Fonte: O Globo

Programa que vai ‘rever o Mais Médicos’ será lançado na semana que vem, diz ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou na tarde de sexta-feira (26) que o programa que vai rever o Mais Médicos será lançado na próxima semana. “A Casa Civil e a Presidência da República deram o OK e na semana que vem a gente lança o Médico Pelo Brasil, o novo programa que vai rever o programa Mais Médicos”, disse Mandetta a jornalistas no Rio de Janeiro.

“Vamos fazer na próxima semana, falta ver a agenda do presidente”, disse Mandetta. Segundo o ministro, o programa Médico Pelo Brasil é “basicamente focado na atenção primária”.

“[O programa Médico Pelo Brasil] é praticamente todo voltado para o que a gente chama de Brasil profundo, que são as cidades mais vulneráveis e que são as cidades que menos têm o apelo das campanhas”, disse Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde.

“É no interior do Brasil que tem mais dificuldade para usar capacete. É no interior que o cigarro chega e a população rural fuma com palha de milho. Como é que eu chego nele, que tem menos acesso a informação? Eu tenho que ter atenção primária.”

Substituição do Mais Médicos

O lançamento de um programa que substituiria o Mais Médicos já era aguardado desde que o ministro Luiz Henrique Mandetta assumiu o cargo.

Em entrevista ao G1 em fevereiro, Mandetta já havia dito que o programa seria “reformulado” e que novas ações estavam em análise.

Em maio, o Ministério da Saúde disse, em nota, que a priorização de atendimento médico para os municípios com maior vulnerabilidade social seria o foco de um novo programa que estava em elaboração.

Fonte: G1

Glenn responde Bolsonaro: ‘Não tem poder de ordenar prisões’

O jornalista Glenn Greenwald, editor do site The Intercept Brasil, respondeu neste sábado à declaração do presidente Jair Bolsonaro de que “talvez ele poderia pegar uma cana aqui no Brasil”. No Twitter, o jornalista afirmou que o presidente “não tem poder” para ordenar prisões e que “ainda existem tribunais em funcionamento”.

“Ao contrário dos desejos de Bolsonaro, ele não é (ainda) um ditador. Ele não tem o poder de ordenar pessoas presas. Ainda existem tribunais em funcionamento. Para prender alguém, tem que apresentar provas para um tribunal que eles cometeram um crime. Essa evidência não existe”, publicou.

Greenwald também comentou que o governo não tem prerrogativa para deportá-lo e que ele não irá deixar o Brasil. “Eu tenho o poder de sair do Brasil, voluntariamente – e tinha esse poder o tempo todo. Mas não fiz e não vou, apesar dessas ameaças. Por quê? Porque sei que não tem nada contra mim. Vou defender a democracia do país dos meus filhos”.

À frente do Intercept, Greenwald tem publicado desde o início de junho reportagens baseada em conversas vazadas do procurador Deltan Dallagnol com o ministro da Justiça, Sergio Moro, e com outros integrantes da força-tarefa da Lava Jato.

Em evento no Rio de Janeiro, Bolsonaro falou sobre a portaria baixada por Moronesta sexta-feira que prevê a “deportação sumária” de estrangeiros considerados perigosos. “Ele não se encaixa na portaria. Até porque ele é casado com outro homem e tem meninos adotados no Brasil. Malandro, malandro, para evitar um problema desse, casa com outro malandro e adota criança no Brasil. Esse é o problema que nós temos. Ele não vai embora, pode ficar tranquilo. Talvez pegue uma cana aqui no Brasil, não vai pegar lá fora não”, disse Bolsonaro.

Sobre os comentários sobre o seu casamento com o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), Greenwald afirmou que a ilação de Bolsonaro é “nojenta”. “Sugerir que alguém adotaria – e cuidaria de – 2 filhos para manipular a lei é nojenta. O Brasil tem 47.000 crianças em abrigos. A adoção é linda e deve ser encorajada, não zombada”, escreveu ele.

Fonte: VEJA