Vida FM Salgueiro FM

Top 10: Notícias mais acessadas de 25/02/2019 a 01/03/2019

1 – IMIP e UPAE de Salgueiro abrem inscrições para seleção de níveis superior, médio, técnico e elementar

2 – Rajadas de vento derrubam partes do muro da futura Catedral de Salgueiro

3 – Gonzaga Patriota é transferido para o Hospital Albert Einsten e inicia tratamento intensivo contra dengue e zika

4 – Compesa deixa população de Salgueiro sem água, em situação difícil

5 – Família de Anailton Lira diz que homenagem no Carnaval de Salgueiro é mais do que justa

6 – Zeca Bota Bom grava novo clipe em São José do Belmonte

7 – Família de homem preso na zona rural de Ouricuri sob acusação de roubo em São Paulo diz que prisão é injusta

8 – Jovem de 20 anos é detido em Salgueiro por conduzir moto de forma irresponsável

9 – Cozinheira pede ajuda para recuperar moto tomada de assalto em Salgueiro

10 – Secretaria de Educação de Salgueiro publica resultado final de seleção para ensino integral da Escola Dom Malan

STF suspende feriado bancário que seria na quarta de cinzas

Ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber sustou, às 18h15 de sexta-feira, uma lei que determinava feriado estadual bancário na quarta-feira de cinzas, que este ano cairá no dia 6 de março. A lei 8.217 foi aprovada pelo deputado André Ceciliano (PT), presidente da Assembleia Legislativa do Rio, mas, por ora, perdeu a vigência até que o plenário da Corte avile a questão, o que não deverá acontecer até o fim do Carnaval. O STF atendeu a um pleito da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Escreveu Rosa Weber: “Sem prejuízo de exame mais aprofundado quando do julgamento do mérito, defiro o pedido de medida cautelar, ad referendum do Tribunal Pleno, para suspender, até o julgamento do mérito desta ação, os efeitos da lei”.

Fonte: EXTRA

Denúncia do MPF: Assessoria do ex-prefeito Carlos Cecílio emite nota

Através de nota divulgada por sua assessoria de imprensa, sobre denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) à Justiça Federal, o ex-prefeito de Serrita Carlos Cecílio disse que está tranquilo e vai disponibilizar toda documentação que comprova a inexistência de qualquer irregularidade na licitação que resultou no processo.

“Todos os questionamentos apresentados pelo Ministério Público tratam de uma dispensa de licitação realizada em 2009, por força de um Decreto de Emergência, que destinou-se a suprir necessidades urgentes na compra de medicamentos para atender o hospital, os PSF´s e o CAPS, tendo perdurado por apenas 39 dias, somando pouco mais de R$ 30 mil”, defende-se o ex-prefeito.

Carlos Cecílio destaca ainda que sequer era o ordenador de despesas da Secretaria de Saúde, contudo, está sereno e confiante no esclarecimento do que foi apresentado.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Após Brumadinho, conselho da Vale decide afastar presidente da empresa

A Vale afirmou, neste sábado (2), que seu conselho administrativo decidiu acatar o pedido de afastamento do presidente Fabio Schvartsman e outros três diretores encaminhado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal após a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. As informações foram publicadas pela revista Veja e pelo blog do Valdo Cruz, do G1.

O afastamento imediato foi recomendado pelas autoridades que trabalham na força-tarefa que investiga o rompimento da barragem da Vale na cidade mineira. Os órgãos públicos deram dez dias para que a mineradora analisasse o pedido. Fontes ligadas à empresa, porém, confirmaram o desligamento de Schvartsman e dos diretores já neste sábado.

As autoridades também pediram que o funcionários da mineradora não compartilhem nenhuma informação profissional com aqueles que estão de saída. Além do presidente, integram este grupo o diretor-executivo de ferrosos e carvão, Gerd Peter Poppinga; o diretor de planejamento, Lúcio Flávio Gallon Cavalli; e o diretor de operações do corredor sudeste, Silmar Magalhães Silva.

Fonte: Brasil Econômico

Lula volta para a prisão em Curitiba após participar do velório do neto em SP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou à carceragem da Superintendência da Polícia Federal depois de participar do velório e da cerimônia de cremação do neto Arthur Lula da Silva, de 7 anos, que morreu vítima de meningite meningocócica.

O avião com o ex-presidente pousou no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, por volta das 15h30 deste sábado (2). De lá, o ex-presidente seguiu de helicóptero para a carceragem da Superintendência da Polícia Federal (PF), onde chegou às 15h45. Lula está preso desde 7 de abril de 2018.

Lula deixou Curitiba no início da manhã, foi para São Paulo de avião, chegou ao Cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo (SP), pouco depois das 11h e saiu às 12h58.

Ao deixar o local, Lula acenou para simpatizantes. Depois, entrou em uma viatura do comboio policial e foi levado até um heliponto da Volkswagen, de onde seguiu de helicóptero até o aeroporto de Congonhas. O avião com o ex-presidente decolou às 14h14 de Congonhas com destino a Curitiba. Ao todo, 275 policiais militares participaram da operação de escolta.

Fonte: G1