Vida FM Salgueiro FM

Ponto de Vista: Através dos tombos adquirimos o equilíbrio

Meus amigos e minhas amigas:

Terminadas as eleições, os resultados das urnas mostram aos candidatos quais rumos os eleitos devem seguir, doravante. Não consideremos perdedores, mas sim, lutadores. Todos saíram ganhando ao mostrar para o mundo que os eleitos do momento devem olhar no geral e não apenas para parte da população ou parte do país. Pois muitos desses, nos próximos pleitos darão lugar àqueles que hoje não conseguiram seu intento, sobretudo os que não cumprirem com os seus deveres. Os ora não eleitos devem continuar vigilantes, na luta porque o barco que conduz o povo não rema só de um lado, é uno e indivisível.

A região Nordeste através da maioria absoluta dos votos do seu povo disse que está presente, que não foge da discussão, mas espera as discussões dos eleitos, sem exceção, para se redirecionar o país em busca dos seus objetivos naquilo que for preciso e também para manter as políticas públicas que vêm dando certo, conseguidas as duras penas em lutas democráticas.

É preciso que a Constituição brasileira seja respeitada, embora passando por reformas quando necessárias amplamente discutidas com a sociedade para que não retire os direitos conquistados pelo povo brasileiro.

Importante lembrar, por fim, que numa caminhada não existem perdedores quando se consegue o equilíbrio dos tombos ou se levanta das quedas. Uma das preocupações que observamos, sendo o Brasil como um estado laico o presidente eleito tem o dever de governar para todos e não para uma determinada religião.

Avante Brasil, a luta não pode parar!

Com 94% das urnas apuradas, Bolsonaro garante vitória e é eleito presidente

Com 94,44% das urnas apuradas, Jair Bolsonaro (PSL)garantiu a vitória sobre Fernando Haddad (PT) e está eleito presidente da República. A vitória foi assegurada no momento em que ele tinha 55,54% dos votos, quando Haddad aparecia com 44,46%. A pesquisa de boca de urna do Ibope apontava 56% dos votos para Bolsonaro e 44% para Haddad. O resultado projetado confirma as últimas pesquisas de intenção de voto, que tinham mostrado uma aproximação entre os dois candidatos na reta final do segundo turno. A boca de urna do Ibope aponta apenas 8% de votos nulos, brancos ou indecisos e tem margem de erro de dois pontos para mais ou para menos.

O PSL de Bolsonaro também garantiu neste domingo seus primeiros governadores. Em Santa Catarina, Comandante Moisés assegurou a vitória antes do fim da apuração, com mais de 70% dos votos. Em Rondônia, Coronel Marcos Rocha é outro representante do PSL eleito neste domingo, pois tem 66,14% dos votos com 92,27% das urnas apuradas. Em Roraima, Antonio Denarium (PSL) lidera a apuração com 53,68% — até as 19h30 tinham sido apurados 71% dos votos. Ele seria o terceiro governador do PSL eleito neste ano.

Fonte: EL País

Top 10: Notícias mais acessadas de 22/10/2018 a 26/10/2018

1 – Clebel afirma que abandonará a política em almoço com a imprensa de Petrolina

2 – Discussão entre irmãos termina em morte na zona rural de Salgueiro

3 – Faço parte da igreja banda podre, que Bolsonaro falou, com alegria e esperança

4 – Ministério Público emite recomendação para combater poluição sonora em Salgueiro

5 – Lideranças políticas de Salgueiro somam forças pró-Haddad

6 – Vereadora Paizinha Patriota diz temer vitória de Bolsonaro e pede: “Não paguem para ver”

7 – Em entrevista à rádio Salgueiro FM, Clebel diz que “vai brigar por Bolsonaro”

8 – Condutor de carro é autuado em flagrante depois de colidir com moto em Salgueiro

9 – Polícia Rodoviária Federal apreende caminhão em Salgueiro depois de flagrar motorista com comprimidos rebite

10 – Artigo: Cuidado com o andor que o “santo” é de barro

Datafolha: Bolsonaro aparece com 55% dos votos válidos; Haddad tem 45%

Em pesquisa Datafolha divulgada na noite deste sábado, véspera do segundo turno da eleição presidencial, Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 55% dos votos válidos, contra 45% para Fernando Haddad. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Votos válidos

– Jair Bolsonaro (PSL): 55%

– Fernando Haddad (PT): 45%

Votos totais

– Jair Bolsonaro (PSL): 47%

– Fernando Haddad (PT): 39%

– Brancos e nulos: 8%

– Não sabe ou não opinou: 5%

A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S. Paulo”, foi registrada sob o protocolo BR-02460/2018 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O Datafolha ouviu 18.371 eleitores entre sexta-feira e este sábado. O nível de confiança – isto é, a possibilidade de que a pesquisa reflita a realidade do eleitorado, já considerando a margem de erro – é de 95%.

Fonte: O Globo

Vox Populi mostra empate entre Bolsonaro e Haddad com 50% cada

Pesquisa de intenção de voto para a Presidência da República do Vox Populi/247 divulgada neste sábado (27/10), e financiada pelos eleitores, aponta empate entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL): ambos os candidatos estão com 50% dos votos válidos.

Nos votos totais, as intenções de voto são de a 43% a 43%. Ninguém/brancos/nulos somam 9% e “não sabe” ou “não respondeu”, 5%.

Os votos espontâneos para presidente, quando os eleitores citam o nome do candidato sem que lhes seja mostrada a lista dos postulantes, são de 51% a 49% para Bolsonaro.

Esta pesquisa foi realizada neste sábado e registrada junto à Justiça Eleitoral no dia 21 de outubro, sob o número BR-09614/2018.

Foram entrevistados 2.000 eleitores de 16 anos ou mais, em 121 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

Fonte: Metrópoles

Joaquim Barbosa declara voto em Fernando Haddad

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federall (STF), Joaquim Barbosa, declarou nesse sábado voto no candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad. O gesto era esperado pelo petista desde o início do segundo turno, quando começou a costurar alianças para tentar superar nas urnas Jair Bolsonaro (PSL).

O ex-ministro explicou, em sua conta no Twitter, que o voto era uma escolha racional e que como um dos candidatos “inspira” medo, ele optava por Haddad.

“Votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, só pesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa. Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad.”

Logo após o primeiro turno, Haddad teve um encontro com Barbosa, em Brasília, na tentativa de construir uma frente democrática.

Barbosa é filiado ao PSB. O partido já declarou apoio, no segundo turno, a Haddad. O ex-ministro havia sido convidado pela sua legenda para disputar a Presidência da República, mas, em maio, decidiu não entrar na disputa pelo Palácio do Planalto por razão “estritamente pessoal”.

No Supremo, o ex-ministro foi relator do mensalão, primeiro grande escândalo da era petista no poder, em 2002. Na ação, Barbosa foi favorável às condenações de dois ex-presidentes do PT: José Dirceu e José Genoino. A dupla acabou condenada e cumpriu pena de prisão.

Fonte: Extra

Ibope: Jair Bolsonaro registra 54% dos votos válidos e Haddad, 46%

O Ibope divulgou neste sábado (27) a última pesquisa do instituto sobre a intenção de voto para o 2º turno da eleição presidencial. Segundo o instituto, Jair Bolsonaro (PSL) venceria se eleição fosse hoje. Mas a distância dele para Fernando Haddad (PT) diminuiu.

A probabilidade de os resultados retratarem a realidade é de noventa e cinco por cento, com margem de erro de dois pontos – para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 54%
  • Fernando Haddad (PT): 46%

Na pesquisa anterior, Bolsonaro tinha 57% e Haddad, 43% dos votos válidos.

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 47%
  • Fernando Haddad (PT): 41%
  • Em branco/nulo: 10%
  • Não sabe: 2%

Na pesquisa anterior, Bolsonaro tinha 50% e Haddad, 37%.

Fonte: G1

Pesquisa CNT/MDA aponta Bolsonaro com 56,8% e Haddad com 43,2% dos votos válidos

Pesquisa do instituto MDA para a Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada nesse sábado, aponta vitória do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, no segundo turno da eleição presidencial marcado para este domingo com 56,8 por cento dos votos válidos, contra 43,2 por cento do petista Fernando Haddad.

Na pesquisa anterior do instituto, divulgada no dia 22, Bolsonaro tinha 57 por cento dos votos válidos, contra 43 por cento de Haddad. As oscilações de ambos os postulantes ao Planalto aconteceram dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2,2 pontos percentuais.

Pelo critério de votos totais, quando são considerados as intenções de voto em branco, nulos e os indecisos, Bolsonaro aparece com 48,5 por cento, ante 48,8 por cento na pesquisa anterior, enquanto Haddad soma 37 por cento, ante 36,7 por cento na sondagem de cinco dias atrás.

Brancos e nulos somam 10,3 por cento, ante 11 por cento, e o percentual de indecisos é de 4,2 por cento, eram 3,5 por cento na pesquisa anterior,

O MDA ouviu 2.002 pessoas entre sexta-feira e este sábado.

Fonte: Reuters