Vida FM Salgueiro FM

Mais visto

Cantor e compositor Belchior morre aos 70 anos no RS

O cantor e compositor cearense Belchior morreu na noite deste sábado (29) em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos.

Familiares do artista comunicaram o governo do Ceará, que, em nota, decretou luto oficial de três dias no Estado.

“O Governo do Ceará lamenta profundamente o falecimento do cantor e compositor cearense, Belchior, aos 70 anos, na noite deste sábado, 29, na cidade de Santa Cruz, no Rio Grande do Sul. E informa que está prestando todo o apoio à família, inclusive providenciando o traslado do corpo para Sobral, sua cidade natal. O governador Camilo Santana está decretando luto oficial de três dias.

Belchior é dono de uma trajetória artística da mais absoluta importância para a cultura do Estado. Sua carreira o levou ao patamar de um dos maiores ícones da Música Popular Brasileira, promovendo o nome do Ceará em todo o Brasil e no mundo.”

Em agosto de 2009, parentes e amigos do músico relataram ao “Fantástico” não ter notícias sobre o Belchior há cerca de dois anos. O sumiço pegou muitos de surpresa e repercutiu internacionalmente, tendo destaque em jornais como o britânico “The Guardian”.

Apesar do burburinho provocado pelas possíveis motivações de seu afastamento, o próprio Belchior, que desde 2006 cortara laços com empresários, produtores e a família, declarou que tinha se isolado em uma pousada de um povoado remoto no Uruguai para finalizar o trabalho de tradução para o português da “Divina Comédia”, de Dante Alighieri.

O autoexílio evidenciou a forte presença do tema da evasão da sociedade em sua obra, do primeiro ao último disco autoral, já indicando ao público um percurso de fuga que ele próprio pudesse vir a seguir.

Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, conhecido como Belchior, despontou nos anos 1970 com álbuns como “Alucinação” (1976), que trazia os clássicos “Apenas um Rapaz Latino-Americano”, “Velha Roupa Colorida” e “Como Nossos Pais” -que ficou conhecida na voz da cantora Elis Regina.

Fonte: Folhapress

Top 10: Matérias mais acessadas de 24/04/2017 a 28/04/2017

1 – Centenas de pessoas protestam em Salgueiro contra as reformas de Temer

2 – Justiça suspende licitação do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco

3 – Homens são presos em Salgueiro com moto roubada em Recife

4 – MPF conclui que questionamentos ao edital do Eixo Norte da Transposição do São Francisco não têm amparo legal

5 – Jovem residente na zona rural de Salgueiro morre em acidente de moto

6 – Homem é detido após comprar boi furtado na zona rural de Serrita

7 – Audiência pública debate projeto de lei de interesse dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias

8 – Secretaria de Saúde de Salgueiro faz nova convocação de aprovados em concurso público

9 – Atual responsável pela Casa do Sanfoneiro diz que local funcionava com irregularidades

10 – Criança de um ano morre de descarga elétrica em Cabrobó

Temer manda deputados que votaram contra reforma trabalhista demitirem indicados

Cerca de 25 parlamentares terão seus aliados destituídos de cargos públicos após terem votado contra as alterações na legislação trabalhista. As demissões foram solicitadas pelo presidente Michel Temer, que também ficou insatisfeito com o fato de estes parlamentares se posicionarem contra a reforma da Previdência. As informações são da “Folha de S.Paulo”.

A ideia de Temer é retirar os parlamentares infiéis e entregar os cargos para outros que aceitem votar a favor das propostas. Apesar de considerar ter sido traído por cerca de 70 deputados, o governo quer excluir apenas aqueles que não podem ser convencidos a dar suporte à reforma da Previdência.

Os parlamentares são de dez partidos diferentes, incluindo a sigla do próprio presidente, o PMDB. O PSB deve ser o mais afetado. Já o DEM não deve ser atingido, pois todos os seus deputados votaram a favor da reforma.

A maior parte das demissões deve acontecer no começo da próxima semana, sendo que algumas das portarias internas já foram editadas. Apesar disso, nem todas as demissões ocorrerão de maneira definitiva, pois, caso os parlamentares responsáveis pelas nomeações decidam se posicionar a favor da reforma, algumas delas podem ser revertidas. 

Existe também a parcela de parlamentares que será poupada mesmo tendo votado contra a reforma. Este é o caso dos deputados se mostraram contrários ao texto, mas que procuraram o governo para dizer que dariam apoio à reforma.

Como funciona a indicação

Os deputados que fazem parte da base aliada do governo recebem o direito de indicar os responsáveis pelas funções da administração federal em seus Estados. Portanto, as retaliações serão feitas de maneira indireta, afetando aos indicados dos deputados, e não aos próprios parlamentares.

Fonte: Último Segundo

Jovem agredido na cabeça por PM está na UTI em estado grave

É grave o estado de saúde do estudante universitário Mateus Ferreira da Silva, 33 anos. Agredido por um policial militar durante manifestação no centro de Goiânia (GO), sexta-feira (28), Silva sofreu traumatismo cranioencefálico e múltiplas fraturas.

Segundo o boletim médico que o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) divulgou na manhã de ontem (29), o estudante está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedado e respirando por aparelhos. Sua família é de Osasco (SP) e chegou à capital goiana ontem à tarde.

Silva participava das manifestações populares contra as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo governo federal e que tramitam no Congresso Nacional. No início da tarde, um princípio de tumulto resultou em confronto entre agentes da segurança pública e alguns manifestantes que passaram a lançar pedras e rojões contra os policiais.

Um vídeo compartilhado nas redes sociais e divulgado por órgãos de imprensa locais registrou o exato momento em que Silva foi atingido por um policial portando um cassetete. Mateus aparece correndo para fugir do tumulto que se vê ao fundo quando um policial militar o atinge na cabeça, empunhando o cassetete com as duas mãos.

Em nota, a Universidade Federal de Goiás (UFG) repudiou a violência contra o estudante de Ciências Sociais e cobrou das autoridades goianas a adequada apuração dos fatos e punição aos responsáveis.

Chefiada pelo ex-secretário nacional de Segurança Pública Ricardo Balestreri, um especialista na área de direitos humanos, a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás instaurou um procedimento investigatório para apurar a atuação policial, esclarecer se houve abusos e identificar os eventuais responsáveis.

Fonte: Midiamax

Justiça proíbe CUT de fazer ‘Dia do Trabalho’ na Avenida Paulista

A Justiça de São Paulo determinou na noite deste sábado (29/04) que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) não poderá fazer o evento em comemoração do Dia do Trabalho na Avenida Paulista, na segunda-feira (1º), como vinha divulgando.

A ação foi protocolada pela Prefeitura de São Paulo na última quinta-feira. Na decisão, o juiz Emanuel Brandão Filho afirma que a CUT não tem autorização prévia para realização do evento e que a determinação está por “zelar o cumprimento das normas municipais”. Além disso, estabelece multa de R$ 10 milhões, se houver descumprimento da ordem judicial.”A realização em via pública de uma festa/celebração da magnitude que é a do \’Dia do Trabalho\’ (que, como se verifica do anúncio no sítio do réu, contará, como de costume, com shows de música) não prescinde da prévia autorização do Poder Público competente, inclusive para que organize, prepare o local (com banheiros químicos, postos para atendimento emergenciais de saúde, organização do trânsito, segurança, mínima que seja, aos frequentadores do evento, etc) e fiscalize”, escreve o juiz.

A CUT afirmou, por meio de assessoria, que o evento foi autorizado e que irá recorrer da decisão. “O 1º de Maio já está convocado, não tem como desconvocar. O juiz não proibiu o lazer na Avenida Paulista, mas sim, o show. Se não tiver como reverter isso, evento será sem. Vai ter evento, com ou sem show”, afirmou a assessoria da entidade.

Fonte: Época Negócios

Justiça reverte liminar que impedia cobrança de bagagens por empresas aéreas

Atendendo a pedido da Agência Nacional de Avião Civil (Anac), a Justiça Federal no Ceará concedeu ontem (29/04) decisão que suspende os efeitos da liminar que impedia a cobrança de bagagens por parte das companhias aéreas no Brasil. A liminar suspendia parcialmente a resolução da Anac que permitia a cobrança do transporte de bagagens e que, com a decisão de ontem, volta a ser integralmente válida.

No pedido de suspensão da liminar, a Anac argumentou que a decisão suspendeu a permissão para cobrança do transporte das bagagens, mas manteve o novo peso de 10 quilos permitido para bagagens de mão previsto na resolução. Com isso, segundo a agência, a liminar colocava em risco a segurança dos vôos – especialmente os lotados – e poderia aumentar o custo das companhias, que seria posteriormente repassado ao consumidor em aumento das passagens. Segundo a Anac, a decisão liminar foi tomada sem amparo técnico sobre a questão.

A Agência Nacional de Avião Civil também reiterou o argumento de que a franquia de bagagem prevista antes da resolução, de 23 quilos por passageiro em voos nacionais, está muito além da média utilizada pelos usuários, que é abaixo de 12 quilos.

Fonte: Agência Brasil

Personagem (XIV)

padre-pradaNascido em Portugal no ano de 1928, José Maria de Prada era missionário redentorista da Província de São Paulo, foi ordenado padre em 1953, iniciando sua jornada de fé e fidelidade aos princípios da Igreja Católica. Padre José Maria atuou em Angola, na África, até 1975, ano que veio trabalhar no Brasil. Em terras brasileiras, morou em Garça-SP, em Exu-PE e foi ordenado pároco do município de Salgueiro. Foi nessa cidade que a fidelidade às normas da igreja custou sua vida.

Certa vez um homem rico e influente em Salgueiro procurou Pe. Prada para se casar. Nada demais se ele já não fosse casado. O indivíduo mentiu para Pe. Prada dizendo que havia residido com uma mulher em outra cidade, mas não tinha se casado. Não acreditando na versão do homem, Pe. José Maria entrou em contato com a paróquia da outra cidade e conseguiu uma certidão de casamento dele. O homem influente ofereceu dinheiro ao sacerdote para que ele realizasse o matrimônio, porém Pe. José Maria não aceitou a oferta. Mediante a recusa, o indivíduo disse que o mataria se ele não efetuasse o casamento, mas o padre não quebrou as regras da igreja.

20150430_01_02m

No dia 29 de abril de 1991, homem contrariado tirou a vida do servo de Deus às 11h na porta da Igreja de Santo Antônio. A missa de corpo presente de Pe. Prada teve participação de todo clero da Diocese Petrolina e de uma multidão de fiéis do município de Salgueiro. No enterro o caixão foi coberto com a camisa ensanguentada do padre. O assassino de Pe. José Maria permanece livre após 26 anos do homicídio.

Fonte: Pastoral da Juventude de Salgueiro