Vida FM Salgueiro FM

Top 10: Matérias mais acessadas de 02/01/2017 a 06/01/2017

1 – Clebel Cordeiro decreta estado de emergência financeira e administrativa em Salgueiro

2 – Mulher é flagrada jogando lixo na antiga estação ferroviária de Salgueiro

3 – Atual e ex-prefeito de Salgueiro trocam acusações

4 – Ponto de Vista: Decreto de situação de emergência

5 – Polícia Militar apreende facas e facões durante evento em Salgueiro

6 – Cantor Léo Santana vai animar a festa da vitória de Clebel Cordeiro

7 – Clebel toma posse em solenidade em praça pública

8 – Auremar é eleito presidente da Casa Epitácio Alencar em disputa contra Antônio Pires

9 – Bancada da Oposição de Salgueiro divulga nota sobre decretos do novo prefeito

10 – Confira o decreto de situação de emergência na íntegra

Governo prepara sistema para conceder seguro-desemprego automaticamente

O calvário dos trabalhadores em busca do seguro-desemprego, incluindo os do Rio, pode acabar no segundo semestre deste ano. O Ministério do Trabalho está implementando um sistema que vai encaminhar, automaticamente, o benefício aos demitidos sem justa causa, de forma que eles não precisem mais procurar os postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) para dar entrada no pedido.

A pasta trabalha na edição de uma norma que vai obrigar todos os empregadores a informar diariamente ao governo demissões e admissões, que fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Hoje, as empresas têm prazo de até 37 dias para prestar essas informações. A mudança nessa regra é necessária, porque o trabalhador pode conseguir um emprego logo após dar entrada no pedido, e, neste caso, o benefício tem de ser suspenso. Além disso, a exigência vai tornar mais rápida a identificação e o atendimento ao desempregado.

O novo sistema está sendo desenhado com a ajuda da Caixa Econômica Federal, pagadora do seguro-desemprego. Deverá começar a funcionar primeiro em alguns estados para testes, entre os quais o Rio, para depois ser ampliado para todo o país já no início de 2018. Segundo o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, a ideia é que o trabalhador receba um SMS ou carta sobre o valor da parcela do seguro-desemprego e a data em que ele terá de comparecer a uma agencia da Caixa para receber o dinheiro.

— Essa medida é boa para o Rio, para todo o Brasil. A partir de 2018, não queremos mais que o trabalhador tenha que se deslocar até as agências e enfrente filas para dar entrada no seguro-desemprego. Não queremos que ele tenha mais esse tipo de incômodo — disse o ministro, acrescentando que a medida faz parte do conjunto de ações do governo para reduzir a burocracia e melhorar a qualidade do gasto público.

No fim de dezembro, O GLOBO mostrou que os postos do Sine no Estado do Rio estavam sem internet há mais de 20 dias, impedindo o atendimento de trabalhadores que precisavam requisitar o seguro-desemprego.

VARREDURA CONTRA FRAUDES

Outra novidade do sistema é a implementação de uma plataforma, já em operação, que detecta indícios de fraude contra o seguro-desemprego antes do desembolso dos recursos. Em apenas 15 dias de funcionamento, o mecanismo identificou, só numa primeira varredura, 41,5 mil pedidos suspeitos — uma despesa de R$ 142 milhões. O sistema permite a realização de até 30 varreduras. Nessa primeira fase, foram analisados pedidos do seguro e processos com parcelas a vencer.

Os requerimentos com indícios de irregularidade foram bloqueados até a apuração dos fatos. Do total, foi constatado em auditoria posterior que 2.350 pedidos são fraudulentos — o que representaria um gasto de R$ 12 milhões. Esses casos foram repassados à Polícia Federal, órgão responsável por esses tipos de crimes, praticados geralmente por quadrilhas especializadas.

Fonte: Agência O Globo

Gasolina sobe em 18 estados e atinge maior preço

gasolinaO preço médio da gasolina no país subiu na primeira semana de 2017 e atingiu R$ 3,762 o litro, um valor acima do registrado em todas as semanas de 2016. O reajuste de preços foi registrado em 18 estados. Os dados são de levantamento divulgado nesta sexta-feira (6) pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que monitora semanalmente os preços dos combustíveis no país.

Os dados mostram que o reajuste da gasolina ganhou fôlego a partir de dezembro do ano passado, quando a Petrobras aumentou o preço da gasolina nas refinarias. Apenas nas últimas quatro semanas, o valor do combustível subiu 1,92%. Em todo o ano de 2016, o preço da gasolina se apreciou 3,3%, abaixo da inflação. Na semana, a alta foi de 0,18%.

Já o preço do diesel registrou uma leva queda na primeira semana do ano, interrompendo uma sequência de quatro semanas consecutivas de alta de preços, apontam os dados da ANP. O diesel, que encerrou 2016 com o maior valor registrado no ano (R$ 3,051/litro), atingiu um preço médio de R$ 3,046 na primeira semana de 2017.

Já o etanol registrou nesta semana a sua quinta alta consecutiva de preços, de acordo com o levantamento da ANP. O preço médio do litro do etanol no país atingiu R$ 2,863 o litro, alta de 0,67% em apenas uma semana. Em 2016, o etanol foi o combustível com maior alta de preços, um reajuste de 6,88% nos postos de combustível.

Para chegar ao preço médio da gasolina, a ANP consultou 5.670 postos na semana. Para registrar o preço do etanol e do diesel, a agência procurou 5.107 e 3.557 postos de combustível, respectivamente.

Fonte: Jornale

Temer, Lula e Sarney homenageiam papel de Mário Soares na democracia

O presidente Michel Temer e os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e José Sarney prestaram homenagens a Mário Soares, ex-chefe de Estado português, morto aos 92 anos neste sábado.

“Recebi com tristeza a notícia da morte de Mário Soares, figura-chave do Portugal moderno, amigo do Brasil. O mundo perde um estadista e um defensor da democracia e da liberdade. Meus sentimentos à família e ao povo português”, escreveu Temer em nota divulgada pelo Planalto.

Em nota divulgada na página pessoal no Facebook, o ex-presidente afirma que Mário Soares foi um dos grandes homens públicos do século XX, não só de Portugal, mas da Europa e do mundo.

“Um homem comprometido durante toda a sua vida com os ideias do socialismo democrático e a construção de um mundo mais justo. Lutou contra o fascismo e contra a ditadura em sua terra natal. Sempre defendeu e trabalhou pela cooperação e intercâmbio entre Brasil e Portugal, aproximando nossas nações. Sempre esteve, mesmo nas horas mais difíceis, do lado certo da história”, afirma Lula no texto.

Lula lembra que esteve pela última vez com Mário Soares em 2014, celebrando os 40 anos da Revolução dos Cravos, “que restaurou a democracia na nação que amava tanto”. De acordo com Lula, o ex-premier português mantinha então o mesmo entusiasmo por Portugal e pela solidariedade entre os povos “que vi em seus olhos desde nosso primeiro encontro”.

“Junto-me aos familiares, amigos, admiradores e ao povo português nesse momento de despedida e saudade do amigo Mário Soares”.

Fonte: O Globo

Após massacres, Temer discute crise dos presídios na casa de Cármen Lúcia

O presidente Michel Temer passou quase três horas na manhã deste sábado (7) na casa da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, tratando reservadamente com a magistrada sobre a crise penitenciária. O encontro não estava previsto na agenda oficial do peemedebista.

Temer deixou o Palácio do Jaburu – residência oficial da Vice-Presidência – por volta das 10h em direção à residência da presidente da Suprema Corte, localizada no Lago Sul, bairro nobre da capital federal.

Ele deixou a casa de Cármen Lúcia pouco depois das 13h e não falou com a imprensa. A ministra do STF, que também não quis falar com os jornalistas, acompanhou o presidente da República até a porta da casa.

Para não chamar a atenção, Temer não usou os tradicionais carros oficiais pretos da Presidência, e sim um carro sem identificação oficial prata. Um veículo preto da equipe de seguranças do Planalto acompanhou o deslocamento do chefe do Executivo.

De acordo com assessores, Temer e Cármen Lúcia já haviam conversado por telefone nesta sexta-feira (6), após a divulgação da matança na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo – que deixou 31 mortos no maior presídio de Roraima –, para discutir a situação dos presídios.
No início da semana, entre domingo (1º) e segunda (2), 56 presos haviam sido mortos em uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus. Outros 4 detentos foram mortos em outra penitenciária da capital amazonense.

No diálogo telefônico desta sexta, informou um interlocutor de Temer, os presidentes da República e do Supremo teriam combinado de se encontrar pessoalmente neste fim de semana para aprofundar a discussão sobre o caos nas prisões.

No encontro, além de tratar da repercussão dos massacres registrados nesta semana em Manaus e Boa Vista, os chefes do Executivo e do Judiciário iriam negociar possíveis ações conjuntas entre os dois Poderes para conter a crise nos presídios e evitar que as rebeliões que ocorreram na Região Norte se espalhem para outras penitenciárias do país, informaram assessores.

Fonte: G1

Polícia acha mais 2 corpos enterrados em presídio de Roraima

O governo de Roraima informou neste sábado (07/01) que mais dois corpos foram encontrados na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC), na zona rural de Boa Vista, elevando para 33 o número de mortos durante um massacre na unidade prisional na madrugada da última sexta-feira.

Os corpos foram localizados durante uma vistoria feita por policiais após familiares descreverem onde os presos teriam sido enterrados.

Na mesma nota, as autoridades de Roraima reconhecem que houve uma falha na recontagem dos presos após o massacre.

Os dois mortos encontrados neste sábado ainda não foram identificados. Mais cedo, o governo de Roraima divulgou uma lista com os nomes dos 31 detentos mortos na chacina. Destes, 18 foram presos por tráfico de drogas. Um caminhão frigorífico foi alugado para abrigar os corpos enquanto as autópsias não são concluídas.

O massacre em Roraima aconteceu apenas quatro dias após uma chacina no Complexo Penitenciário Anísio Teixeira (Compaj), em Manaus, deixar 56 mortos e resultar na fuga de 184 presos. Boa parte dos mortos no massacre era integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), rival da Família do Norte (FDN), grupo ligado à facção Comando Vermelho e do qual muitos dos presos no Compaj fazia parte.

No caso de Boa Vista, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, negou que tenha se tratado de uma retaliação do PCC pelo ocorrido no presídio amazonense.

Nesta sexta-feira, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e as seccionais do Amazonas e de Roraima anunciaram que vão acionar a Corte Interamericana de Direitos Humanos contra o Estado brasileiro em resposta aos dois massacres. As ONGs Anistia Internacional e Human Rights Watch acusaram as autoridades responsáveis pelo sistema carcerário brasileiro de negligência.

Fonte: Terra